Máscaras & Verdades: Penúltimo Capítulo (31)


20170703_070957


2016

CENA 1: MONTES ALTOS | CASA DE JULIANA | INTERIOR | NOITE

Juliana ainda assustada, é amparada por Diego que se aproxima da amada, os dois veem Heloísa rendida por Isaque, que por sua vez tem um sorriso tenebroso.

ISAQUE: – Acharam que tinham se livrado de mim? – Pergunta, acendendo a lâmpada.

JULIANA: – Deixe minha mãe em paz! – Grita, amedrontada ao ver uma arma apontada para a cabeça de Heloísa.

Diego segura Juliana com receio de que ela avance em Isaque e esse dispare nela. Ele se põe à frente de Juliana.

DIEGO: – Deixe a Dona Heloísa, Isaque… ela não tem nada a ver com tudo que aconteceu. – Afirma, encarando Isaque.

ISAQUE: – Se ela tem ou não alguma coisa a ver, isso sou eu quem decido. – Diz, pressionando a arma na cabeça de Heloísa. – Vou atacar vocês onde mais dói!

Juliana chora ao ver a mãe na mira de um louco, suas mãos tremem, desejando defender a mãe de alguma maneira.


CENA 2: MONTES ALTOS | EXTERIOR | NOITE

Gabriel não contêm as lágrimas e mesmo depois de tanto tempo longe de sua irmã, ele a reconhece e a emoção se faz grande. Gabriel abraça sua irmã Luiza, que por sua vez deixa as lágrimas caírem, não são necessárias palavras para tal momento. As outras crianças ao redor também se emocionam com o reencontro.


CENA 3: MONTES ALTOS | EXTERIOR | NOITE

Joana reconhece a rua na qual reviu seu filho, Viriato entra na rua, logo o farol ilumina as crianças, amigas de Gabriel, que por sua vez vem atrás dos outros abraçado à uma menina. Joana coloca a mão na boca, parece não acreditar no que vê, seus olhos se enchem de lágrimas rapidamente.

JOANA: – São eles Viriato! – Grita, fazendo com que ele pare o veículo.

Viriato também consegue ver o que Joana viu. Joana sai do carro, seguindo na direção dos filhos. Ela chora copiosamente.


CENA 4: MONTES ALTOS | CASA DE ISAQUE | EXTERIOR | NOITE

Um homem encapuzado pula o muro da casa, abrindo o portão logo em seguida e entrando no pátio no qual ficam os carros. Ele traz consigo um galão de gasolina.

HOMEM: – É hora de botar tudo pra baixo. – Diz, começando a jogar o líquido nos carros.

De repente uma mulher um pouco mais baixa aparece, sorrindo, logo é possível ver Yana.

YANA: – Aquele frouxo do Pedro não teve coragem de fazer algo tão simples. – Diz, sorridente. – Mas eu tenho coragem suficiente pelos dois. – Afirma riscando um fósforo.


CENA 5: MONTES ALTOS | CASA DE JULIANA | INTERIOR | NOITE 

Isaque não consegue ver, mas alguém se aproxima por trás dele. Juliana e Diego arregalam os olhos diante do que está prestes a acontecer. Heloísa está apreensiva, deixando algumas lágrimas caírem diante da situação.

ISAQUE: – O que foi? – Questiona, intrigado.

CONTINUA

Anúncios

2 comentários sobre “Máscaras & Verdades: Penúltimo Capítulo (31)

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s