O Que o Tempo Levou: Capítulo 22


20170529_204916-1

 


Ano de 2009

CENA 1: ONDAS DO PARAÍSO | BAIRRO ROMANO | CASA DOS FERREIRA | SALA | INTERIOR | FIM DA MANHà

Rosa chega perto de Bianca, se abaixa e sorri ao vê-la no chão. Rosa toca no rosto de Bianca, que a olha com raiva.

ROSA: – O chão é o seu lugar, sua vigarista! – Ela voltou a se levantar e caminhou até a porta. – Conheço pessoas até conseguem mentir melhor do que você. Você está podendo andar, está perfeitamente bem, agora saía da minha casa antes que eu chame a polícia e coloque você de uma vez por todas na cadeia. – A senhora recomendou, observando Bianca se levantar.

Bianca pega as muletas, e ainda fingindo uma certa debilitação, cruza por Rosa, que mantém a intensidade do olhar.

ROSA: – Não ouse se aproximar do meu filho novamente, ok? Que nem passe por sua cabeça voltar a essa casa novamente. – Disse, voltando o olhar para o espelho da sala.

Bianca sai pela porta, que logo é  fechada por Rosa, que por sua vez suspira um tanto aliviada.


CENA 2: ONDAS DO PARAÍSO | BAIRRO ROMANO | EXTERIOR | FIM DA MANHà

Bianca sai caminhando normalmente sem usar as muletas. Ela dá uma última olhada para a casa dos pais de Maurício, e sorri.

BIANCA: – A senhora me paga, velha desgraçada, não sabe com quem está se metendo. – Diz, sorrindo de forma amedrontadora.

Um táxi passa, Bianca faz sinal, fazendo com que o motorista pare imediatamente, então ela embarca. O táxi segue.


CENA 3: PEDRA FINA | CASA DE MANOEL | SALA | INTERIOR | TARDE

Manoel entra primeiramente na casa, logo Estela também entra, mas acompanhada da mãe. As duas se sentam no sofá enquanto Maurício segue para a cozinha.

ESTELA: – Você estará segura aqui, mãe. Eu prometo. – Diz, segurando a mão de Carmen.

CARMEN: – Eu ainda estou sem acreditar no que sua irmã foi capaz de fazer, Estela. Ela separou você do Maurício duas vezes, e nós acreditamos nela.

ESTELA: – A Bianca… eu realmente não sei como ela foi capaz de colocar a senhora naquele lugar. – Diz, pensativa. – E eu acreditei que o Maurício fosse um canalha, mas ele nunca foi isso. – Concluiu, cabisbaixa.

CARMEN: – Você ama ele ainda, não filha? – Pergunta, tocando no rosto dela. – Dá pra ver em seus olhos que mesmo com tudo que aconteceu, você não foi capaz de matar esse amor… o tempo não levou isso de você.

ESTELA: – E nunca levará, mãe. – Afirma, olhando nos olhos da mãe.


CENA 4: PEDRA FINA | CASA DE FRAU HERTA | SALA | INTERIOR | TARDE

A tia de Manoel caminha de um lado para o outro na sala de sua própria casa, única herança deixada pelo homem com quem ela se casou em segredo no passado. Frau Herta para, parece pensar em algo muito importante, logo sobe pela escada, seguindo até o quarto e voltando rapidamente.

FRAU HERTA: – Achei que nunca mais usaria isso aqui em minha vida, mas ainda bem que eu guardei. – Diz ao olhar para um frasco de vidro em suas mãos. – Mas dessa vez não vou sujar minhas mãos, e sim, ela vai fazer isso por mim. – Afirma, sorridente.

Frau Herta olha de forma fascinada para o frasco.


CENA 5: PEDRA FINA | ONDAS DO PARAÍSO 

Maurício fica sabendo do que a mãe fez com Bianca e reprova, fazendo o relacionamento de mãe e filho se deteriorar. Bianca se mostra muito feliz ao ser procurada por Maurício, que pede para ela se afastar da família dele. Bianca fica possessa de raiva.

Estela quer se encontrar com Maurício,  mas tem medo de magoar os sentimentos de Manoel. Frau Herta tenta uma reaproximação com o sobrinho, sem saber que ele sabe de que foi ela quem mandou mata-lo. Aconselhado por Estela, Manoel aceita receber a tia de volta em casa, e ela demonstrando estar arrependida por ter tratado Estela tão mal, promete a organização de um jantar antes do natal.

DUAS SEMANAS DEPOIS


CENA 6: ONDAS DO PARAÍSO | BAIRRO ROMANO | CASA DOS FERREIRA | ESCRITÓRIO | INTERIOR | MANHà

Maurício olha os e-mails recebidos, e verifica um de seu amigo, Manoel, no qual ele o convida para um jantar em Pedra Fina. Maurício responde o e-mail afirmando que vai, pois precisa se distrair um pouco e também fica  curioso para descobrir quem foi a mulher que quebrou o coração de gelo de seu amigo. Rosa entra no escritório.

ROSA: – Você já me perdoou, filho? – Pergunta se aproximando.

Maurício levanta o olhar e esboça um leve sorriso.

MAURÍCIO: – Eu já esqueci, mãe… nem sei o motivo direito de eu ter me chateado com a senhora,  afinal a senhora estava certa, como sempre. – Responde, aumentando o sorriso.

ROSA: – Eu fico aliviada, meu filho… de verdade. – Afirma, sorridente.

Maurício se levanta da cadeira, dando meia volta na mesa, e abraçando a mãe.


CENA 7: PEDRA FINA | APARTAMENTO DE MÁRCIA | SALA | INTERIOR |MANHà

Márcia olha pela janela, na sua mente vem a memória do dia em que Frau Herta ligou, ameaçando ela mais uma vez, mas seu olhar de ódio não é causado por esse motivo, mas por ficar sabendo que Maurício está envolvido com outra mulher.

MÁRCIA: – Não será nada mal eu ir a esse jantar. Mas vou por conta própria, com as minhas próprias  ideias. – Afirma, sorrindo. – Também quero conhecer essa mulher que arrebatou o coração do Manoel. – Conclui, voltando seu olhar  para um porta retrato com a foto de Manoel.

CONTINUA

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s