Devaneios


O choque é diário
Na rua de nome hilário
A moeda cai no chão
Um tempo pra observação.

Constata a realidade
O mundo de desigualdade
Tudo ali no fronte da visão
Tocando e espremendo o coração.

O olhar é mais profundo
Depois de deixar o próprio mundo
Se ajoelha nas perdas e pedras
E faz suas rezas.

Depois de levantar a cabeça
E ver então uma luz acesa
Parte pra ação
Sob o olhar da multidão.

É muito mais do que podemos imaginar
É preciso um novo olhar
E mais do que olhar
É preciso fazer
Fazer crescer
Fazer acontecer.

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s