Devaneios: O Tempo


relogio_que_da_impressao_que_o_tempo_passa_mais_rapido


O Tempo rola, corre, se embola
Mas nunca se esquece de passar
Mas nunca se esquece de carregar
A oportunidade, a vontade, tem vezes que até a felicidade ele insiste em levar.

O tempo vem se avisar, sem rebuliço, vem mansinho
Nunca estamos prontos, às vezes somos pegos sozinhos.

O tempo, implacável tempo
Carrega contigo a força do vento
Acolhe todo lamento.

O tempo passa
Ele embala
E dispara
Feito trem bala.

O tempo, dizem que ele apaga as mágoas
Dizem que ele traz o perdão
Dizem que ele acalma o coração
Mas dizem também que faz o sentido inverso
E também dá inspiração para versos e mais versos
Poema e poesia, o Tempo, sentimento que termina e se inicia.

Anúncios

17 comentários sobre “Devaneios: O Tempo

      1. De nada! Gostei muito da colocação das iniciais do blog em vez do próprio titulo no menu. Ficou demais! 😮

      2. Você também Jair. Uma das pessoas mais fantásticas que eu conheci nos blogues. Foi um dos poucos que continuou visitando. Mesmo depois de ele ter sido transferido. Muito obrigado do coração. 🙂 Gostava de um dia o conhecer pessoalmente.

      3. Que bom interagir com estes dois portugueses. 🙂 Quando publica mais um capitulo da d”O que o tempo levou” ?

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s