Devaneios


No mesmo instante que estou aqui, já não estou,
No mesmo momento que quero ir, já não vou,
A confusão se ajeita assim,
E tudo parece não ter fim.

E quando o calor toca incisivo,
O frio me parece mais bonito,
E os olhos não querem se abrir,
As mãos não querem mais sentir.

A confusão se ajeita do lado de cá

Anúncios

2 comentários sobre “Devaneios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s