Amor Indomável: Capítulo 19


20170325_185603



2017, Centro-oeste do Brasil 

CENA 1: Sonhador, Escola, Exterior, Manhã

Frederico sai na calçada após ver que Mateus não está alí, ele corre os olhos para todos os lados, todas as direções no intuito de encontra-lo. Frederico coloca as mãos na cabeça enquanto o tumulto passa.

FREDERICO: – Não, não! Ele não pode ter simplesmente desaparecido dessa maneira. Ninguém some dessa maneira.

O que se vê é a cena de um pai desesperado, ele sai em busca de informações sobre o paradeiro do filho, mas ninguém, nem mesmo os professores do garoto sabem dizer onde ele está.

Um pouco distante dalí, dentro do carro alugado está Samira na companhia de Perpétua, elas sorriem.

PERPÉTUA: – Saia devagar para que ninguém suspeite da gente.

SAMIRA: – Sim, tia. – Afirma ao dar a partida. – A senhora não precisava ter desmaiado seu neto.

Perpétua olha para o banco traseiro e sorri. Mateus está desmaiado.

PERPÉTUA: – Essa criatura não é meu neto, não com o pai que tem. Agora vai logo de uma vez.

O veículo é posto em movimento, passa em frente de Frederico, que está parado, arrasado enquanto olha para todos os lados. Quando o veículo passa, Frederico tem um estranho pressentimento.

FREDERICO: – Será que é a Perpétua aquela mulher alí? O que ela estaria fazendo aqui ? – Ele se questiona, um pouco atordoado.


CENA 2: Fazenda Serrado, Casa, Varanda, Exterior, Manhã 

Patrícia e Laura conversam sobre a amizade delas que já dura alguns anos. Mesmo aparentando estar feliz, Laura ainda tem certa angústia no peito. Laura meio que se assusta ao ouvir o celular em suas mãos, tocar. Ela olha o visor e vê que é Frederico, a conversa se encerra.

LAURA (Ao Celular): – Oi, meu amor. Você já está vindo?

FREDERICO (Do Outro Lado da Linha): – Vou demorar um pouco mais, Laura, pois aconteceu um imprevisto.

LAURA  (Ao Celular): – Um imprevisto? O que houve?  Aconteceu alguma coisa com nosso filho? – Questiona com o coração nas mãos. Patrícia a olha apreensiva.

FREDERICO (Do Outro Lado da Linha): – Eu poderia mentir para lhe deixar mais tranquila meu amor, mas isso não é o certo a se fazer. O nosso filho foi levado por uma pessoa, mas eu já estou cuidando disso, eu vou levar o Mateus de volta, acredite. Eu te amo muito.

Frederico encerra a ligação deixando Laura aflita e fora de órbita por uns dois minutos.

PATRÍCIA: – Amiga, o que houve?

Laura olha para Patrícia com os olhos cheios de lágrimas.

LAURA: – Sequestraram meu filho, Patrícia, foi o que eu consegui entender. – Responde, chorosa. – O Frederico parece presumir o que aconteceu e prometeu que vai resolver mas eu tenho medo. – Diz enquanto é abraçada por Patrícia.

PATRÍCIA: – Confia no Frederico, Laura.

LAURA: – Qum poderia ter feito algo assim? Quem? – Questiona aos prantos.


CENA 3: Sonhador, Rua, Carro, Interior, Manhã 

Frederico em seu carro segue à distância o veículo em que ele presume estar o filho. Seu celular toca, ele atende.

FREDERICO (Ao Celular): – Diga, Damião, descobriu se a Perpétua está naquela velha casa ainda?

DAMIÃO  (Do Outro Lado da Linha): – Eu estou aqui de frente, acabei de sair de dentro da casa, senhor, e nem sinal daquela senhora.

FREDERICO (Ao Celular): – Então é ela mesmo quem sequestrou meu filho, não foi impressão minha. Damião, vá para a Fazenda Serrado e tente acalmar a Laura, diga que eu vou fazer de tudo para que no fim do dia o Mateus já esteja em casa.

DAMIÃO (Do Outro Lado da Linha): – Pode deixar, senhor.

A ligação é dada por encerrada. Frederico deixa o celular no banco do carona e pisa fundo no carro.


CENA 4: Sonhador, Zona Rural, Carro, Exterior/Interior, Tarde 

A estrada ainda de terra que dá acesso as pequenas propriedades estão em ótimas condições, o que permite andar sem susto. Samira pisa fundo no carro fazendo levantar poeira, ela sorri a todo momento.

SAMIRA: – Não pensei que seria tão fácil algo assim.

PERPÉTUA: – Calma, calma, pois ainda falta o dinheiro do resgate. Assim que chegarmos nesse tal sítio, então poderemos fazer contato e pedir a quantia que quisermos em troca da vida do Mateus.

SAMIRA: – E se eles não quiserem pagar o resgate? Já pensou nessa possibilidade, tia?

PERPÉTUA: – Não existe essa possibilidade, minha querida. Tenho certeza de que eles não vão querer ir no velório do filho de maneira tão precoce. – Diz, confiante.


CENA 5: Sonhador, Casa de Frederico, Sala, Interior, Tarde 

Damião está em pé próximo de Rubens, que fica paralisado depois do que Damião lhe conta.

RUBENS: – Se o Frederico realmente estiver certo, ele tem que fazer de tudo e o mais rápido para salvar o Mateus, pois tenho certeza  de que a Perpétua não terá compaixão.

DAMIÃO: – Eu vou à Fazenda Serrado tentar fazer o que ele me pediu, senhor.

Rubens se levanta, ele se apoia na bengala.

RUBENS: – Eu vou com você. Minha neta deve estar inconsolável.


CENA 6: Sítio  Dois Caminhos, Carro, Exterior/ Interior, Tarde

Samira entra com o carro na propriedade, para próximo da casa. Ela e Perpétua saem do carro.

De longe, Frederico observa tudo e fica surpreso ao ver Samira alí, em sua memória vem os momentos em que Rubens o aconselhava a não confiar nela.

FREDERICO: – Desgraçada! Então você está nessa também e eu ingenuamente achando que você estava na capital, uma verdadeira cobra.

Frederico arregala os olhos ao ver Mateus sendo retirado do carro, suas suspeitas se confirmam.

CONTINUA


Anúncios

2 comentários sobre “Amor Indomável: Capítulo 19

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s