Palavras ao Vento


Não conhece nossa origem,
Não conhece a nossa luta,
Mesmo assim quer falar, quer barbarizar.

Não sabe o que passamos,
Quantas vezes choramos,
Mesmo assim quer desfazer,
Quer se engrandecer.

Gente que não tem consciência,
Abandona a essência
E sai por aí a vagar,
O mundo a atormentar.

Não conhece nossos dilemas,
Opina nos nossos problemas,
Quer saber mais do que o sofredor,
Se nem mesmo por essa dor passou.

Gente que não vê
Ou prefere se esconder
Após a chuva
E na chuva
Não sai a luta.

Não conhece nossa bagagem,
O peso da liberdade,
Não conhece o nosso desatino,
E ainda quer mandar em nosso destino.

Gente ausente quando se precisa,
Só observa a ferida
E não estende a mão,
Gente que parece não ter coração.

Anúncios

3 comentários sobre “Palavras ao Vento

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s