Amor Indomável: Capítulo 13


20170325_185603



2017, Centro-oeste do Brasil

CENA 1: Fazenda Brilhante, Casa, Varanda, Exterior, Tarde 

Diferente do que Laura pensava, Frederico não se afasta dela, se mantêm segurando sua mão e olhando nos olhos da amada. O abraço é dado por Frederico, que começa a chorar no ombro de Laura, ele está emocionado.

FREDERICO: – Essa é a melhor notícia que eu poderia ter recebido, Laura… a melhor notícia. – Afirma com grande felicidade, e suas lágrimas são também pelo mesmo sentimento. – Você me deu um filho, Laura, isso é maravilhoso demais.  – Conclui entre os beijos.

Laura também se emociona com a emoção de seu Amado, os beijos são intensos e também delicados.

LAURA: – Prometo que nada vai me fazer separar de você outra vez, nada.

FREDERICO: – Eu faço a mesma promessa, meu amor.  – Diz com os olhos marejados.


CENA 2: Sonhador, Casa de Paco, Sala, Interior, Manhã 

Paco e Olavo estão sentados um próximo do outro. Olavo se sente muito feliz por estar ao lado de que sempre lhe fez bem.

OLAVO: – Você nunca mais teve problema com aquilo depois que ficou fora?

PACO: – Nunca mais, porém desde que voltei sinto que não vai demorar para que tudo aconteça novamente. – Responde demostrando saber bem do que Olavo fala.

OLAVO: – Eu estarei aqui ao seu lado para tudo o que você precisar.– Afirma segurando a mão do outro.

PACO: – Você nunca teve medo de mim? – Questiona deixando visível sua apreensão.

OLAVO: – Confesso que no início sim, mas eu me acostumei e desde então não fico trêmulo quando você está daquele jeito todo especial.

PACO: – Tenho medo de voltar àquilo e fazer mal para alguém.

OLAVO: – Isso não vai acontecer, Paco. Eu estarei ao seu lado. – Diz passando uma grande confiança para Paco, que por sua vez olha com muito carinho para Olavo.


CENA 3: Sonhador

Frederico começa a se aproximar do filho, que ainda não sabe, mas desconfia da verdade. Samira passa a morar em uma casa no meio da Mata ainda na Fazenda Serrado, receia ser encontrada por Frederico. Rubens está cada dia mais ansioso com o que planejou para sua filha.  Perpétua pensa em um jeito de dar a volta por cima, não quer admitir sua derrocada.

DIAS DEPOIS


CENA 4: Sonhador, Casa de Frederico, Sala, Interior, Manhã 

Frederico vem da cozinha com uma caneca de café, ele observa Rubens olhando pela janela e sorrindo de forma farta. Rubens se vira dpois e modo que fica de frente para Frederico assim que ele se aproxima.

RUBENS: – Estou muito feliz que você tenha se acertado com minha neta, Frederico.

FREDERICO: – Eu também estou muito feliz, a Laura é a mulher que eu amo e que sempre amarei. Eu não vejo a hora de contar para o Mateus que sou o pai dele.

RUBENS: – Ele com certeza vai se encher de alegria, não tenha dúvidas. – Diz enquanto se encaminha para o sofá. Rubens pega sua maleta sob o olhar desconfiado de Frederico.

FREDERICO: – O senhor fará aquilo hoje?

RUBENS: – Sim. Finalmente chegou o dia e uma parte dessa grande justiça há de ser feita, Frederico.

Os dois se encaram com cumplicidade.


CENA 5: Casa de Paco, Cozinha, Interior, Manhã 

Patrícia está ajeitando um café quando vê Paco entrando na cozinha, o cabelo meio desarrumado indica que o amigo acabara de acordar. Patrícia olha para Paco que lhe devolve um sorriso, ela fica surpresa ao ouvir a voz de Olavo, que entra na cozinha.

OLAVO: – Achei que fôssemos dormir até mais tarde. – Diz enquanto abraça Paco por trás. Ele então se dá conta de que Patrícia também está alí, mas não recua, apenas sorri um pouco tímido.

PATRÍCIA: – Vocês são dois bobos, com vergonha de mim? – Indaga, sorrindo. – Eu fico muito feliz que vocês finalmente resolveram ouvir o coração. – Ela deixa o sanduíche que comia em cima do balcão da cozinha e abraça Paco e Olavo.


CENA 6: Fazenda Brilhante, Exterior, Manhã

Frederico estaciona seu carro próximo de uma grande árvore, ele sai e quando menos espera é abraçado por Mateus que saiu detrás da árvore, um abraço caloroso e cheio de carinho. Mateus parece até mesmo chorar no ombro de seu pai.

MATEUS: – Eu achei que eu nunca ia saber quem era meu pai, mas agora eu sei! – Diz profundamente emocionado.

Laura se aproxima dos dois com um grandioso sorriso.

LAURA: – Eu não me contive, Frederico e acabei contando a verdade para ele.

Frederico levanta o olhar.

FREDERICO: – Não tem problemas, meu amor, ele merecia saber. – Afirma, sorridente enquanto Laura  também se junta ao abraço.


CENA 7: Fazenda Serrado, Casa, Varanda, Exterior, Manhã

Perpétua fuma um cigarro distraidamente pensando em algo para se ver livre de maneira definitiva de  seu pai, que quando olha para a porteira vê uma movimentação estranha.

PERPÉTUA: – O que será que está acontecendo?  – Se pergunta enquanto observa um carro se aproximar da sede da Fazenda.

Um homem bem vestido sai do carro e segue direto para a varanda onde ela está. Perpétua olha para o homem com cara de poucos amigos.

HOMEM: – Senhora Perpétua?

PERPÉTUA: – Isso mesmo… O que o senhor deseja? – Questiona, intrigada.

O homem abre uma pasta e retira um documento. Perpétua se mostra surpresa.

HOMEM: – Desejo apenas que a senhora deixe essa propriedade ainda hoje. – Responde, sério deixando Perpétua com os olhos arregalados.

CONTINUA


Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s