Filho da Neve: Capítulo 3 (Segunda Temporada)

20170407_185809


Os dias se passaram lentamente. Ilon  ficou a remoer tudo o que aconteceu com ele, estava com a consciência pesada, não se sentia bem em saber que teve de matar, mesmo com Savo lhe afirmando e reafirmando que tudo isso aconteceria uma hora ou outra. Ilon despertou cedo, e cansado de estar somente entre as paredes do Castelo, ele decide sair um pouco de seu círculo de conforto, segue caminhando pelo gigantesco jardim,  que agora se encontra florido mesmo com certo vestígio de frio. Os passos do rei são vagarosos, parece analisar cada canto do jardim  enquanto o sol nasce e deixa tudo ainda  mais belo. Ilon  se espanta um pouco ao ver Marfel já de pé a cheirar rosas  de uma roseira.

– Você deveria estar dormindo, Marfel. – Comenta  ao se aproximar, fazendo com que Marfel deixe de sentir o perfume da rosa vermelha.

– Eu sempre acordo nesse horário, Ilon. – Afirma antes de abrir um sorriso faceiro.

– Você realmente é o Marfel? – Questiona em tom de brincadeira. – Onde está o Marfel preguiçoso e insensível? – Continua a brincar.

– Eu nunca fui insensível, Ilon.  Eu só não sabia como expressar todas essas nuances de sentimentos que cada um de nós possuímos. – Responde sendo um pouco arredio. Ilon se aproxima um pouco mais de Marfel, e consegue enxergar certa mudança no seu irmão de criação.

– Você deve estar apaixonado, Marfel. Quem é a sortuda?

– Não estou apaixonado, Ilon, e não há ninguém, só  estou envolvido com toda essa atmosfera de felicidade que o reino  voltou a respirar. Quando  estávamos no condado, nada disso  era possível. – Responde enquanto toca a roseira para disfarçar seu nervosismo.

– Vamos dar uma volta. – Diz Ilon voltando a caminhar, observando a imensa quantidade de flores. Marfel  o segue um pouco de longe, atento a qualquer palavra que pudesse ser pronunciada. – Você vai ao baile? – Pergunta diretamente enquanto sua mão percorre as folhas.

– Não é um evento onde eu me encaixaria, Ilon. Não tenho motivos para estar lá. – Responde, sincero.

Ilon pára de repente e se vira para Marfel, que percebe uma certa mudança no humor do rei. Os olhos se cruzam, um amedronta mesmo sem tal propósito e outra tenta recuar, mas percebe ser impossível.

– Não tem motivos? Como assim não tem motivos? Seu irmão aqui não é um bom motivo, Marfel? Você  irá sim, nem que para isso eu tenha que amarrá-lo aos meus pés. Tudo  isso é deveras muita coisa para mim, e eu necessito de sua ajuda, de seu apoio incondicional. Conto com você? – Indaga, observador.

– Não tenho alternativas depois desse seu discurso persuasivo, soberano. – Responde com um leve tom de deboche.

– Eu deveria lhe dar alguns cascudos por esse deboche. – Comenta, sorrindo.

Longe da fortaleza que o Palácio de Felito representa, no coração da floresta ambígua, uma bela jovem se olha e se admira com o que vê no espelho, parece muito feliz. Alguns passarinhos pousam em sua janela, e ela os olha com um olhar de amizade.

– Enfim terei meu Príncipe, enfim meus amigos. Não posso conter minha felicidade, é tudo o que eu sempre sonhei. – Diz enquanto pega um dos passarinhos em seus dedos. – Estou tão agradecida à tia Morxa, ela será minha conselheira quando eu for rainha.

Morxa escuta tudo atrás da porta e sorri, ela caminha em direção a cozinha, demonstra estar mais feliz do que Alva, sua sobrinha. Morxa pega  um frasco de dentro do armário velho e quebrado, seus olhos  brilham intensamente.

– Minha querida sobrinha, teremos um futuro maravilhoso pela frente. Esse baile no Castelo de Felito era tudo o que precisávamos, tudo. Será uma noite inesquecível, inesquecível. – Afirma soltando uma gargalhada amendrontadora.

Todos os passarinhos que estão perto da casa voam sem direção, estão com medo de Morxa. Um passarinho em especial fica observando a tia  de Alva, e levanta  voo assim que termina de ver o que Morxa fazia.

Alva ouve um barulho vindo da cozinha e segue para lá de imediato, assim que chega vê sua tia com um belíssimo vestido em mãos deixando a jovem impressionada.

– Onde conseguiu, minha tia? – Questiona Alva pegando no vestido e sentindo sua maciez. – Deve ter sido muito caro, tia.

– Não importa onde eu consegui, Alva, e você merece muito mais que isso, muito mais.  – Responde entregando o vestido para Alva, que pode sentir que é de muito valor.

Alva vai para o seu quarto com o vestido em mãos,  Morxa olha  sorridente e pensa no que ouve com ela há muito tempo, seus olhos ficam vermelhos de raiva.

– Meu querido irmão terá uma surpresa ao saber que sua filha está viva e que se casará com rei do reino inimigo, será minha vingança por ter me banido de sua vida, do Reino que era para ser meu.

No Palácio de Felito, Ilon recebe ajuda de costureiras para preparar sua roupa para o baile que logo acontecerá. Marfel e Savo o observam de longe, sorridentes.

– Quais serão as surpresas dessa noite? – Pergunta, Marfel enquanto continua a observar toda a preparação de Ilon.

– Não há surpresas, Marfel, meu amigo… bom pelo menos é o que espero. Vou me certificar de que não haja surpresas desagradáveis. Hoje o nosso rei pode conhecer sua futura rainha. – Diz abrindo um grandioso sorriso. Marfel por sua vez pára de olhar para  onde está Ilon e se espanta um pouco.

– Como assim? Ele vai conhecer a futura rainha? – Questiona com os olhos arregalados.

– Sim, Marfel,  foram convidadas princesas de todos os reinos e elas estarão aqui para encantar ou não encantar  o rei Ilon. – Explica o guerreiro sem perceber nada.

– Entendi, Savo, mas você não acha que isso seja um tanto precipitado? Não sei o que meu irmão pensará disso, talvez ele se espante um pouco e também pode ser que ele não esteja preparado. – Marfel não espera pela resposta do seu questionamento e sai do quarto de Ilon. Savo vai atrás.

– Espera! – Pede ao alcançar Marfel. – O que houve alí? – Questiona.

– Não houve nada, Savo. Só estou um pouco surpreso com tudo isso, e também com receio da reação do Ilon. Vou ao meus aposentos me preparar para esse baile. – Responde tentando ser convincente. Ilon sai da presença de Savo,  que por sua vez observa Marfel seguir pelo corredor.

20170405_194855

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s