A Jogada: Últimos Capítulos (24)

20170325_185603


CENA 1: Maré Verde, Bairro São Jorge, Casa de Teresa, Sala, Interior, Noite 

Até mesmo Dolores e Eros se espantam ao verem Igor alí. Ele carrega consigo uma maleta com alguns documentos importantes.

IGOR: – Desculpa vir essa hora, mas o que eu tenho pra dizer é realmente muito importante e não dava para adiar mais. Diz respeito exclusivamente a você, Teresa.

Teresa fica com receio do que Igor possa lhe contar.

TERESA: – Achei que você já me tivesse contado tudo, Igor.

EROS: – Sempre deixando algo para trás, não é mesmo, Igor?

IGOR: – Juro que eu queria ter contado antes, mas não foi possível e agora que ele se foi, então posso dizer a verdade, finalmente.

TERESA: – Que verdade, Igor? Diz de uma vez!

Igor segue até a mesa de centro, calado, coloca a maleta sobre  a mesa e a abre em seguida.Teresa  vê algumas fotos e papéis dentro  da maleta e começa a pegar, ela olha  cada uma com bastante atenção.

IGOR: – Eles eram seus pais, Teresa.

TERESA: – Meus pais! – Diz enquanto passa os dedos por cima das fotos.

Teresa começa a chorar enquanto pensa no quanto foi privada do convívio com seus verdadeiros pais.

TERESA (Chorando): – Eles não estão entre nós!

Dolores se aproxima de Teresa e abraça sua filha querida.

DOLORES: – Mas estará para sempre no seu coração, filha. Mesmo que você tenha se lembrado tão pouco deles.

IGOR: – Eles eram pessoas ótimas, Teresa, mas um capricho do Estefano fez com que eles fossem assassinados.

TERESA (Chorando): – Aquele velho desgraçado, ele acabou com minha família. Espero que arda no inferno. – Diz enquanto encosta a cabeça no ombro de Dolores e chora copiosamente.

EROS: – Tenho certeza que há algo mais.

IGOR: – Há sim, Eros, há muito mais. – Diz voltando seu olhar para Teresa. – O Estefano não mandou matar seus pais por um simples capricho, mas sim por seu pai  ter se recusado se unir a ele nos negócios escusos  que ele sempre realizou. Estefano roubou o seu pai, forjou um documento em que todos os bens de sua família passariam a ser dele.

EROS: – Desgraçado! E ele dizia que o Renato era um de seus melhores amigos.

IGOR: – Ele fazia isso com todos, Eros.

Teresa enxuga as lágrimas e se senta no sofá ao lado de Dolores.

TERESA: – O que mais há?

IGOR: – Você é dona de boa parte da fortuna de Estefano, pois tudo o que ele tinha até hoje,  mais de oitenta por cento é graças ao dinheiro dos seus pais, Teresa.

Teresa e outros ficam boquiabertos com a informação.


CENA 2: Maré Verde 

Um jogo de tabuleiro é mostrado pegando fogo depois de ter todas suas peças derrubadas por uma mão. Uma ambulância chega no hospital do Centro de Maré Verde.


CENA 3: Hospital, Quarto, Interior, Noite

Enrique olha para Manoel, analisa se ele está dormindo. Manoel olha para o irmão.

MANOEL: – No que você tanto pensa, Enrique?

ENRIQUE: – Em tudo isso que aconteceu. Eu jamais poderia imaginar que eu pudesse ter um irmão ainda mais idêntico a mim.

MANOEL: – Eu imaginava, mas não sabia como iria ser.

ENRIQUE: – Já somos grandes amigos, Manoel.


CENA 4: Maré Verde 

A noite passa depressa. O movimento dos veículos na avenida diminuem. Na praia, algumas ondas batem em um monte de pedras fazendo com que uma grande quantidade de água se espalhe. O dia logo amanhece, o movimento nas ruas aumentam, e a tarde chega depressa, assim como a noite.

DIAS DEPOIS 


CENA 5: Bairro São Jorge, Casa de Teresa, Sala, Interior, Manhã

Teresa está bem arrumada, ela vem do quarto. Dolores vê a filha chegando na sala.

DOLORES: – Vai buscar o Enrique, filha?

TERESA: – Vou, mãe e depois vou até o cartório resolver tudo sobre meus pais.

DOLORES: – Ainda bem que você aceitou, filha, pois você foi excluída desse direito por muito tempo e não pode viver essa vida de dificuldades para sempre.

Teresa abraça a mãe.

TERESA: – Nada vai mudar, mãe. Vou estar sempre com a senhora, não importa o que aconteça. Nenhum dinheiro do mundo substitui isso tudo que eu possuo.

DOLORES: – Você é inacreditável, filha. – Diz emocionada.


CENA 6: Maré Verde

O movimento de pessoas é grande nas calçadas do Centro de Maré Verde, todas seguem com certa pressa. Os veículos estão parados, há um congestionamento.


CENA 7: Edifício Samir, Apartamento de Igor, Sala, Interior, Noite

Igor olha de maneira insistente pela janela, está preocupado. Ariadna se aproxima de Igor, que parece se assustar.

ARIADNA: – O que foi?

IGOR: – A qualquer momento eles podem vir me buscar.

ARIADNA: – Você sabia que isso ia acontecer, Igor, mas vou estar do seu lado, está bem?

Igor  envolve Ariadna em um forte abraço e depois a beija. A campainha toca no exato momento em que eles se separam.


CENA 8: Avenida, Carro, Interior/Exterior, Manhã 

Teresa está dentro de um táxi que fica parado no congestionamento, ela pega o celular e liga para o aparelho que Eros deixou com Enrique e Manoel.

TERESA (Ao Celular): – Eu vou me atrasar um pouquinho meu amor, mas já estou chegando.

ENRIQUE (Do outro lado da linha): – Não se preocupe, Teresa, eu espero. Te amo muito.

TERESA (Do outro lado da linha): – Eu também te amo muito, Enrique. – Diz sorridente.

Três homens encapuzados abordam o veículo, o motorista é rendido, e Teresa se assusta deixando seu celular cair, então Enrique ouve toda a movimentação do outro lado da linha.

BANDIDO 1: – Vem com a gente! – Grita para Teresa enquanto aponta uma arma.

Um outro bandido abre a porta do carro e Teresa sai, é encapuzada.

ENRIQUE (Do outro lado da linhaAflito): – Teresa! Teresa!  O que está acontecendo aí?

BANDIDO 2: – Vamos levar a encomenda logo para o chefe, cara ou vai dar ruim.

BANDIDO 3: – O carro está do outro lado!

Todos os bandidos saem dalí com Teresa e deixam o motorista desacordado na pista. As pessoas de dentro dos seus veículos olham assustadas.

CONTINUA

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s