Coração de Pedra: Penúltimo Capítulo (22)

20170124_193149


| SERRA NEGRA, HOSPITAL, QUARTO, INTERIOR, MANHà

A enfermeira se aproxima da médica que examina Ricardo, que por sua vez está deitado em uma cama.

RENATA: – Como está o paciente, doutora?

MÉDICA: – Ele está bem melhor do que quando chegou aqui, Renata.

RENATA: – Graças a Deus! Ainda bem que aqueles homens o encontraram a tempo antes de se afogarem.  O outro paciente não se lembra de nada, doutora! Ele disse que teve lapsos, mas nada que ajudasse muito.

MÉDICA: – Mas eu acredito que logo os dois vão se lembrar!

RENATA: – Assim eu espero, doutora!


|| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, SALA, INTERIOR, MANHÃ

Helena e Gerusa conversam no sofá enquanto pensam em tudo que ocorreu.

HELENA:    – O Felipe está muito mudado, Gerusa!

GERUSA: – Não é por menos, Helena. Depois de ter perdido o verdadeiro pai que tinha acabado de conhecer.

HELENA: – O que mais me preocupa é ele achar que o Eduardo esteja vivo, uma coisa impossível.

GERUSA:    – Ele está muito impressionado, amiga. Dê tempo ao tempo!


||| ROSA DO BARÃO

Todos tentam de alguma forma retomar a vida depois de tudo. Isaque quando sabe que não conseguiu realizar o que planejou, viaja para a Austrália com medo de ser descoberto.


|||| ROSA DO BARÃO, PRESÍDIO, INTERIOR,  TARDE

Demétrio passa por várias cirurgias sem sucesso e uma parte do rosto dele fica desfigurado, e por isso passa a usar um tipo de máscara. Emanuel vai visitá-lo no presídio.

EMANUEL:     – Como você está?

DEMÉTRIO: – Como você acha que eu estou, Emanuel?!

EMANUEL: – Eu sei que não é nada fácil, Demétrio, mas vamos superar isso tudo.

DEMÉTRIO: – Só vou superar o que aconteceu no dia em que eu tiver meu rosto de volta, e colocar minhas mãos naquele que tentou me matar.

EMANUEL: – Esquece isso, Demétrio!

DEMÉTRIO: – Não vou esquecer, Emanuel, nunca! Ainda mais agora depois que meu irmão faleceu por culpa daquele maldito Eduardo.


||||| ROSA DO BARÃO, EMPRESA MARINO GOUVEIA, INTERIOR, TARDE 

Denis fica com a missão de cuidar dos negócios daquela que ele considera sua família, apesar de tudo, Ricardo o havia treinado muito bem. Denis está em sua sala e recebe a visita de Helena, que fica feliz em vê-lo ali focado.

HELENA: – Obrigada, Denis por estar cuidando de tudo por aqui.

DENIS: – Não precisa agradecer, Helena! Só estou fazendo o que eu gosto, e era eu quem deveria agradecer por sua confiança.

HELENA: – Você sempre terá minha confiança, obrigado de verdade por continuar aqui.


DIAS DEPOIS

|||||| SERRA NEGRA, HOSPITAL, INTERIOR, MANHà

Renata abre a porta do quarto onde Ricardo está hospitalizado, ela carrega uma bandeja nas mãos.

RENATA:  – Senhor, vim trazer seu almoço!

Renata leva um susto quando é agarrada por trás e com um pedaço de vidro é ameçada.

RICARDO: – Não reaja!

RENATA: – Eu não vou reagir, mas qual o motivo pra você está fazendo isso?

RICARDO: – Não faça perguntas! Me diga, no mesmo dia que eu dei entrada aqui, entrou outro homem?

RENATA:    – Não me lembro, senhor!

RICARDO (Mentindo):   – Para de me chamar de senhor, meu nome é Eduardo Marino Gouveia!

RENATA: – Você se lembrou?

RICARDO (mentindo): – Claro que sim, eu nunca que esqueceria meu nome! E não muda de assunto, pois eu sou capaz de perder a cabeça.

RENATA: – Tudo bem! Tudo bem.

RICARDO: – Vai me responder ou não o que eu perguntei?

RENATA: – Sim, tem outro homem que deu entrada no mesmo dia que você.

RICARDO: – Me leve até ele!


||||||| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, INTERIOR, MANHà

Helena está em casa esperando Felipe chegar da escola. Felipe chega cabisbaixo, não muito diferente do que está na últimas semanas.

HELENA:     – Como você está meu filho? – Ela pergunta ao abraçar Felipe.

FELIPE: – É muito difícil, mãe! – Responde com olhos marejados.

HELENA: – Eu sei meu filho, eu sei. Mas todos teremos que ser forte daqui pra frente.

Felipe sai do abraço de sua mãe e segue pela escada.

FELIPE: – Vou tentar, mãe!

Assim que Felipe sobe, a campainha toca, e Helena estranha, pois não espera ninguém nesse dia. Abre a porta com receio, e fica surpresa.

HELENA (Surpresa): – Você? Como?

Helena leva um susto quando Felipe passa por ela em grande velocidade, gritando em seguida.

FELIPE: – Pai!!! Eu sabia, eu sabia que o senhor estava vivo! – Afirma abraçando Eduardo.

EDUARDO:     – Estou feliz em te ver também, meu filho!

Helena ainda está paralisada, não consegue acreditar que é verdade, Eduardo está na sua frente.

CONTINUA

Anúncios

2 comentários sobre “Coração de Pedra: Penúltimo Capítulo (22)

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s