Coração de Pedra: Capítulo 16


20170124_193149


| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, SALA, INTERIOR, TARDE

Ricardo encara Eduardo com raiva no seu olhar, ele olha para todos os presentes na sala.

GERUSA: – Ricardo, não se faça de besta,  você sabe muito bem o motivo dele estar aqui.

Eduardo está se sentindo incomodado com os olhares do irmão, mas Isaque o chama em um canto da sala.

ISAQUE: – Você já sabe?

EDUARDO: – Do que Isaque?

ISAQUE: – Que o Felipe é seu filho.

EDUARDO: – Sim, a Helena me contou hoje de manhã um pouco antes disso tudo acontecer.

ISAQUE: – Descobriu alguma coisa mais sobre o Demétrio?

EDUARDO: – Não, mas eu preciso pegar aquela caixa e trazê-la até aqui para que todos vejam.

ISAQUE: – Você não acha estranho o Felipe ter sumido justo agora que você está tão perto da verdade, Eduardo?

EDUARDO: – Você está dizendo que o Demétrio sequestrou meu filho?

ISAQUE:  – Sim, é óbvio! Ele já mostrou que é capaz de tudo, Eduardo.

Isaque conta para Eduardo o que havia acontecido com ele, e imediatamente Eduardo tem uma ideia que pode salvar a vida de seu filho. Eduardo se despede e segue para a casa com a ideia fixa de salvar seu filho.


|| ROSA DO BARÃO, CASA DE EDUARDO, INTERIOR, NOITE

Eduardo segue rapidamente para casa dele,  sobe até o quarto e consegue pegar a caixa que contém o material necessário para que todos acreditem em sua inocência.

EDUARDO: – Mas agora não falta muito para colocá-lo na cadeia. Não deixarei que ninguém mais sofra. – Diz enquanto desce pela escada com a caixa na não 


||| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, SALA, INTERIOR, NOITE

De volta a casa de Helena, Eduardo mostra para Isaque tudo o que ele conseguiu dentro da caixa.

ISAQUE: – Eu já disse a eles o que eu sei sobre tudo isso, meu amigo.

EDUARDO: – E como eles reagiram?

ISAQUE: – Agora todos já sabem como o Demétrio é realmente, e quando você mostrar tudo o que tem aí, eles só terão mais certeza ainda de que foi o Demétrio mesmo quem matou o Paulo.

Helena se aproxima dos dois um pouco abatida com tudo o que acontece.

HELENA: – Você tem certeza realmente de que quer fazer isso, Eduardo?

EDUARDO: – Sim, eu esperei quinze anos por esse momento, pra fazer a verdadeira justiça, e vou até o fim. O Demétrio não vai machucar o Felipe, não vai.


|||| ROSA DO BARÃO, ZONA RURAL, CASEBRE, INTERIOR, NOITE

Felipe está tremendo num quarto escuro. Os bandidos que o sequestraram tiraram sua venda, mas ele não consegue definir em que lugar está, porém acha um buraco na parede de madeira que permite  ver que já é noite. Felipe está desamarrado, porém não tem saída, mas lembra que antes de ser levado, havia colocado o celular no bolso da calça, e quando verifica, sabe que o celular está alí realmente, porém desligado. Felipe depois de muitas tentativas consegue ligar o celular e vê que aquilo poderia ajudá-lo a sair dalí.

Rapidamente e com medo de ser pego pelos bandidos, o garoto liga para o celular da mãe que antende desesperada. Felipe conta que está bem, mas que não sabe aonde está.


||||| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, SALA, INTERIOR/EXTERIOR, MANHÃ

A noite passa e todos continuam preocupados com o rapto de Felipe. Helena não quer avisar a polícia, pois está com medo de que isso prejudique tudo. Ela espera Eduardo retornar da casa dele. Eduardo antes de entrar na casa de Helena, faz uma ligação para Demétrio dizendo ser urgente que  se encontrasse com ele na casa dela.


|||||| CASA DE HELENA, COZINHA, INTERIOR

Ricardo está na cozinha tomando café, não consegue acreditar na inocência do irmão, pois sente ódio por Eduardo ter tido muita atenção, e não se importa.

RICARDO: – Ele tem que sair de nossas vidas, ele tem que sair.

Ricardo ouve a voz do irmão na sala.

RICARDO (Pensativo): – O que ele já faz aqui tão cedo?

Movido pela curiosidade, Ricardo escuta a conversa de Helena com Eduardo.


||||||| ROSA DO BARÃO, RUA, AUTOMÓVEL, INTERIOR, MANHÃ

Demétrio está seguindo para casa de Helena a pedido de Eduardo quando recebe uma ligação, e logo depois se enfurece fazendo com que o carro pare bruscamente.

DEMÉTRIO: – Vou ser mais esperto do que você, meu amigo. Você achou que poderia me enganar?!

Demétrio liga para os bandidos que haviam sequestrado Felipe e ordena que o plano fosse concluído logo, ordenando que Felipe fosse morto.

DEMÉTRIO: – Tudo isso vai acabar logo. – Afirma após colocar o celular no banco do carona e acelerando o carro.


|||||||| ROSA DO BARÃO, CASA DE HELENA, SALA, INTERIOR, MANHÃ

Quando chega na casa de Helena, Demétrio não nota nada suspeito, e quando abre a porta avista Eduardo se aproximar dele segurando uma caixa. Demétrio reconhece a caixa e fica paralisado olhando para Eduardo.

CONTINUA

Anúncios

2 comentários sobre “Coração de Pedra: Capítulo 16

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s