O Mago: Capítulo 9 (Terceira Temporada)


Um Novo Amanhã 

Parte 2

S03E09


Uma mesa feito de pedra está bem no centro de um labirinto formado por galhos repletos de espinhos de diversos tamanhos. Oranza e Orma, as feiticeiras idênticas caminham ao redor do corpo de Aron, que repousa sobre a imponente mesa de Pedra, as duas ficam sorrindo o tempo todo. Oranza estende a mão e faz com que um punhal apareça e comece a flutuar em cima de Aron, que está desacordado.

– Eu nunca senti tanto poder, minha irmã, seremos as senhoras de magia mais poderosas de todo esse Reino, e as pessoas conhecerão nossa impiedade. – Diz Orma estendendo sua mão na direção de Aron.

– Posso ter o prazer de fazer esse sacrifício, minha irmã? – Pergunta Oranza  controlando o punhal sobre o corpo de Aron.

– Ele é todo seu. – Afirma Orma com um grandioso sorriso.

Oranza gira o punhal de todas as formas possíveis enquanto se mantêm atenta a Aron.

– Não vai doer nada, jovem mago, será rápido demais.

Um grito estridente é ouvido por Oranza que olha para o lado e vê sua irmã decepada, e Alim com a lâmina de sua espada suja de sangue.

– Não, minha irmã, não! – Grita Oranza ao alternar seu olhar  para Alim e o corpo de Orma. – Você vai pagar por isso, rei Alim. Vou ferí-lo onde sei que mais vai lhe doer. – Afirma a feiticeira enquanto volta seu olhar para Aron. – Rerafa Irprozo Moriava. – Pronuncia Oranza com uma de sua mão estendida para Aron e outra para Alim.

Aron abre os olhos antes do feitiço atingí-lo. Alim  se joga para o lado, mas faz com que a lâmina de sua espada reflita o feitiço de volta para Oranza, que por sua vez se defende. Aron sai  da mesa de pedra  encarando a feiticeira, que não recua.

– Você inventou a profecia de Gron para me atrair até aqui achando que o Reino de Viturius estava em extremo perigo, mas você só queria que eu e o Alim  estivéssemos juntos mais uma vez. – Diz Aron se aproximando a passo curto da feiticeira.

– Vocês caíram direito, e me sinto muito feliz por isso,  pois não haverá um novo amanhã para vocês, para ninguém que vive em Viturius. – Afirma Oranza

– Não haverá um novo amanhã para você. – Afirma o jovem mago enquanto estende sua mão na direção de Oranza. – Respro Brocta Iroza. – Pronuncia Aron o feitiço que deixa Oranza presa em um campo de energia que a aperta na medida em que o tempo passa, e a faz desaparecer por completo em poucos  minutos.

Alim se aproxima de Aron, que se afasta um pouco, parece querer evitar se aproximar do rei.

– O Que houve? – Pergunta Alim  tentando se aproximar um pouco mais de Aron.

– Alim, nós não podemos mais. – Diz Aron.

– Não podemos? Claro que podemos, Aron. Eu não vou deixar você nem que me implore,  e por você e sou capaz de tudo. – Diz Alim abraçando Aron. – Não fique com medo, de nada, pois não pretendo deixar de amar você, e se for preciso eu abdico da coroa.

– Não, você não pode fazer isso por mim, é um gesto grandioso demais. – Afirma Aron enquanto sai do abraço de Alim.

– Pois é isso mesmo que eu farei caso não aceite que fiquemos juntos para sempre. – Diz o rei  com muita certeza.

Alim volta a abraçar Aron, que se emociona com a cabeça apoiada no ombro de seu parceiro.

– Você ultimamente faz tudo ficar tão simples. – Comenta Aron.

– O amor que nos move faz isso com a gente, Aron. – Diz Alim.

Aron levanta a mão e faz com que a escuridão do Vale das trevas desapareça por completo.

– Ainda não terminou, Alim. – Diz Aron olhando para alguns feiticeiros que se aproximam.

Alim sai do abraço e fica ao lado de Aron, então também observa a chegada de outras pessoas, que estão enraivecidas.


O dia começa a amanhecer em Viturius, Galbo  olha pela janela do salão principal, está distraído e só sente a presença de Lion alguns minutos depois.

– Vamos confiar que dará tudo certo. – Diz Lion. – Você quem me ensinou a acreditar até o último instante.

Galbo olha para Lion, que está ao seu lado.

– Você é a melhor pessoa que eu poderia ter ao meu lado hoje, e acredito que tudo realmente vai dar certo. – Afirma Galbo antes de beijar os cabelos de Lion.

– Eu já disse ao Perion e os outros sobre o que está acontecendo, e eles prometeram nos ajudar. – Comenta Lion. – Eles estão a caminho do Valedas Trevas.

– Tenho medo, acredite. Realmente quero que nada de ruim aconteça ao Milord, mas se isso chegar acontecer, eu não terei o equilíbrio necessário, assim como ele tem. – Confessa Galbo voltando seu olhar para o sol que nasce.

– Medo eu também tenho, mas vamos superá-los. – Afirma Lion.


Perion cavalga em seu cavalo, ao seu lado direito está Oniria e do outro, o jovem Moran, eles seguem tambémna companhia de um pequeno exército de Viturius, se aproximam cada vez mais do Vale das Trevas.

– Espero que ainda dê tempo de fazer algo para ajudá-los. – Diz Oniria.

– Conseguiremos sim, Oniria. Vamos manter a fé, pois nada está perdido. – Afirma Perion. – O Aron e o Alim ainda possuem um novo amanhã.

As horas passam e logo, eles chegam ao Vale das Trevas. Aron e Alim travam uma batalha sem tamanho sozinhos, mas não desistem.  Alim se defende com maestria com sua espada das criaturas criadas pelos outros feiticeiros, enquanto Aron tenta manter os dois seguros de qualquer ataque surpresa.

Rorbran Zaropio Crinteripo. – Pronuncia Aron deixando todos seus inimigos paralisados. – Tudo poderia ser diferente, principalmente para vocês. – Afirma Aron. – Então para que não haja mais dano algum para ninguém, eu, permitido pelos sábios sacerdotes e conselheiros retiro toda a magia de cada um de vocês. – Diz o mago alterado.

Aron faz uma bola pequena de energia surgir de suas mãos, uma esfera que cresce e suga toda a magia dos feiticeiros e feiticeiras que habitavam o vale das trevas. A esfera diminui seu tamanho e volta para as mãos de Aron, que a segura. Aron olha para a terra quase sem vida do Vale, e arremessa a esfera com toda força na terra.

Avid Conzara Erepra. – Pronuncia Aron enquanto vê a esfera se desfazer e se juntar a terra, que começa a ficar esverdeada por conta das gramíneas que crescem, logo também é possível ver as árvores tomarem um novo vigor, e um lindo bosque se forma por completo.

Muitos dos que eram detentores de magia saem correndo com medo de serem presos pelo pequeno exército que se aproxima.

– Você é incrível. – Afirma Alim ao se aproximar de Aron.

– Sem a magia eu não seria tão incrível assim. – Diz Aron.

– Você seria incrível do mesmo jeito. – Afirma o rei dando um abraço apertado  em Aron.

Alim e Aron começam a caminhar na direção de Oniria, Perion e Moran, que ficam extremamente felizes ao verem que rei e mago estão bem.

Um corvo voa e pousa rapidamente atrás de uma árvore, logo uma luz vermelha surge, e de trás da árvore aparece uma bela mulher trajando um vestido preto, ela observa os outros sem deixar ser vista.

– Sem sua magia você não é nada realmente, Aron. – Ela pensa enquanto faz aparecer uma flor na sua mão. Ela alisa as pétalas e olha para o grupo que se afasta aos poucos do Vale.

Aron escuta com dificuldade o pensamento de tal mulher, o que faz com que ele olhe para trás, porém não consegue mais ver se há realmente alguém lhe observando.

CONTINUA

Anúncios

7 comentários sobre “O Mago: Capítulo 9 (Terceira Temporada)

  1. Eita, ficou bom! Amei ver novamente um Lion mais maduro e estou amando ver o quanto Lion e Galbo estão na mesma sintonia, tá legal de ler. Aron e Alim sem comentários, é o amor lendário que equilibra a energia do Reino. 😀 😀 😀 Agora quem será essa nova feiticeira? Vamos pro próximo!

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s