Nova Estação: Capítulo 8


20170124_192900


| Rio Novo, Casa dos Magalhães, Varanda, Exterior, Manhã 

Carolina continua a olhar com um olhar  de espanto.

SANDRA: – Se acalma, Carolina. Eu não acredito que o Glauco possa estar por trás disso, afinal ele sempre foi um homem muito bom com todos.

CAROLINA: – Eu não sei tia, eu não sei. Meu pai está na cadeia, está na cadeia e se foi esse homem. – Ela aponta para dentro da casa. – Se foi ele quem envolveu meu pai nisso tudo, ele vai pagar.

SANDRA: – Você é tão jovem, minha sobrinha, não pode ficar pensando nessas coisas. Se o doutor Glauco tiver algo a ver com isso, a justiça chegará para ele cedo ou tarde. O que você tem que fazer agora é pensar no seu futuro, nos seus estudos. Promete pra mim que vai pensar só nos seus estudos?

Carolina enxuga algumas lágrimas que começam a cair, ela pensa nos pais que estão em Terra Vermelha, Sandra a abraça.

CAROLINA: – Eu prometo tia.

Carolina começa a chorar no ombro de sua tia.


|| Rio Novo, Casa de Guilherme, Sala,  Interior, Tarde

Flávia está parada enquanto olha para a janela que está aberta. Guilherme se aproxima da irmã.

GUILHERME: – O pai e a mãe fazem muita falta.

FLÁVIA: – Sim, eu os queria aqui conosco.

GUILHERME: – Eles estão olhando por nós lá de cima e acredito que estejam felizes por também estarmos felizes apesar de tudo.

FLÁVIA: – Eu só queria que a Polícia terminasse logo essas investigações que se arrastam há anos.

GUILHERME: – Logo nós saberemos, mana. Algo me diz isso.


||| Terra Vermelha, Casa dos Pais de Carolina, Sala, Interior, Tarde 

Débora abre a porta da casa, logo ela entra, assim como Rogério, que se senta no sofá e fica com um ar pensativo. Débora se senta ao lado do marido.

DÉBORA: – Eu estou tão feliz por ter você aqui de novo, Rogério.

Rogério olha para Débora com uma expressão não muito boa.

ROGÉRIO: – Mas até quando? Eu não sei até quando isso vai durar. O Glauco pode voltar atrás e me acusar outra  vez.

DÉBORA: – O que importa é que você está livre, e nós estaremos preparados dessa vez para ele, acredite, meu amor.

Débora abraça Rogério.


TRÊS DIAS DEPOIS 

|||| Rio Novo, Casa dos Magalhães, Sala, Interior, Manhã 

Sílvia folheia uma revista quando Eron desce pela escada, ele se aproxima da mãe, que deixa a revista no assento e se levanta para abraçar Eron.

SÍLVIA: – Esse é seu último ano, filho, e só quero que você tenha um excelente ano. – Ela diz antes de beijar  a testa de Eron. – Você é um orgulho.

ERON: – Eu amo você, mãe.

SÍLVIA: – Eu também amo você, filho. Agora vá para não chegar atrasado no seu primeiro dia de aula.

Eron beija o rosto da mãe e sai da casa logo em seguida.


||||| Rio Novo, Casa de Sandra, Sala, Interior, Manhã

Carolina já está pronta para seguir pro Colégio, Sandra vem do corredor que leva até a cozinha.

SANDRA: – Logo seus pais estarão aqui conosco, Carolina.

CAROLINA: – Estou muito feliz em saber que meu pai está solto e que logo os verei novamente.

SANDRA: – Espero que você foque nos seus estudos e deixe essa história do Glauco para lá, não vale a pena.

CAROLINA: – Eu já prometi tia, então não se preocupe que não vou mais pensar nisso.

Carolina encara sua tia.

CONTINUA

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s