Nova Estação: Capítulo 5


20170124_192900


| Rio Novo, Casa de Guilherme, Sala, Interior, Tarde

Guilherme, Eron e Flávia entram em casa. Flávia vai logo se sentando no sofá, está cansada da viagem. Eron segue para o quarto. Guilherme se senta ao lado da irmã.

FLÁVIA: – Nosso primo está estranho. – Ela diz enquanto olha para a escada.

GUILHERME: – Parece que aconteceu algo como amor à primeira vista com nosso primo no aeroporto antes de você chegar.

Flávia olha para irmão com grande interesse no assunto.

FLÁVIA: – Sério isso? Como aconteceu?

Guilherme começa a contar para a irmã tudo o que se passou.


|| Rio Novo, Casa de Guilherme, Quarto, Interior, Tarde

Eron está sentado na cama onde sempre dorme quando vai a casa do primo, ele olha constantemente para o aparelho em suas mãos.

ERON: – Como vou achar ela nessa cidade? Eu tenho que entregar o celular dela e pegar o meu.

Eron se deita na cama enquanto olha uma foto de Carolina e pensa em um modo de conseguir vê-la novamente.


||| Rio Novo, Casa de Sandra, Sala, Interior, Tarde

Sandra vê Carolina olhando de forma insistente para a tela do celular.

SANDRA: – Algum problema com o aparelho?

Carolina que está próximo da janela, se vira e olha para a tia.

CAROLINA: – Esse celular não é meu, tia. Acomteceu algo  no aeroporto, e eu acabei trocando com uma pessoa, mas agora eu não conheço nada nessa cidade, então ficará difícil para devolver o aparelho.

SANDRA: – Nós acharemos um modo, Carolina.

CAROLINA: – Obrigada, tia.

SANDRA: – E amanhã vou levar você para conhecer onde eu trabalho, assim você já  acerta melhor  os detalhes de sua  bolsa.


|||| Rio Novo, Casa de Guilherme, Sala, Interior, Noite

Eron vem do quarto com sua mochila na costas, o que surpreende Flávia,  mas não Guilherme que já sabia da decisão do primo.

FLÁVIA: – Só foi eu chegar e você já está partindo, primo.

ERON: – Não se chateie, prima, já havia me decidido mesmo voltar para casa e enfrentar o doutor Magalhães.

Guilherme se levanta do sofá e abraça o primo.

GUILHERME: – Sempre que precisar, estarei aqui, essa casa estará de portas abertas para você, Eron.

ERON: – Obrigado, Primo. Você é como um irmão mais velho pra mim, e quero sempre manter  essa nossa amizade.

Eron segue até a porta sobre o olhar dos primos, ele sai da casa.

FLÁVIA: – O tio continua na mesma?  – Ela pergunta enquanto olha para Guilherme.

GUILHERME: – Parece que nunca vai mudar, minha irmã. Ele está tomando o mesmo caminho de nosso pai.

Flávia olha com receio para Guilherme, teme que o irmão tenha razão de que seu tio esteja se tornando um homem sem coração.

CONTINUA

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s