O Mago: Capítulo 2 (Terceira Temporada)


Futuro Imprevisível  

Parte 2

S03E02


Nova Metrópole

A noite se já se faz presente na cidade de Nova Metrópole. Perion prepara seu jantar, que na verdade é apenas um generoso sanduíche. O jovem se senta a mesa com seu sanduíche e encara o alimento com um pouco de desgosto.

– Quem dera eu pudesse transformar esse pequeno sanduíche em uma gigantesca pizza. – Pensa Perion enquanto estende a mão para tocar no sanduíche.

Perion se assusta ao ver bem na sua frente, o sanduíche se transformar em pizza, ele quase cai da cadeira, mas consegue se equilibrar e passa a encarar a pizza.

– Impossível! – Pensa Perion tocando a pizza com sutileza. – Mas só  eu estou aqui, acho. – Diz o jovem se levantando da cadeira e começando andar pela casa a procura de alguém ou algo que pudesse ter feito aquilo. – Magia não existe. – Afirma Perion parando próximo da janela que tem as cortinas fechadas.

Perion se assusta quando ouve a campainha da porta, pois fazia algum tempo que ninguém a tocava, e a pessoa insiste. Perion segue devagar até a porta, e mesmo com receio, ele a abre.

– Quem é você?  – Pergunta Perion pela fresta que deixara,  ele encara a bela mulher a sua porta.

– Você precisa vir comigo! – Diz Morgana. – Eu sou Morgana, uma amiga, e tudo será explicado melhor quando você estiver em segurança.

Perion se assusta.

– Vá embora! Eu não sei quem é você. – Pede Perion já fechando a porta.

Morgana se senta na calçada e olha para o céu, e se assusta assim que vê Aron, Alim e Oniria aparecerem.

– Morgana? O que você faz aqui? – Questiona Aron se aproximando com cautela daquela que fora uma grande ameaça para ele e o reino de Viturius.

– O mesmo que vocês, eu imagino. Fui designada pelo Conselho para guiar Perion na sua jornada. – Responde Morgana.

– A magia que um dia foi sua agora é toda desse jovem. – Diz Aron. – O conselho sabe o que faz, diria Bomel. – Conclui Aron.

– Você viu o rapaz, Morgana? – Pergunta Alim.

– Ele não quis deixar eu entrar ou me ouvir. – Responde Morgana enquanto volta seu olhar de desapontamento para a casa.

– Isso é óbvio. Até algumas horas atrás ele não tinha Magia total , não era sabedor, na verdade ainda não é sabedor, e sem contar que perdeu os pais há pouco tempo, por isso não deve  confiar  em ninguém. – Diz Oniria sacando sua espada. – Estou sentindo que não estamos sós aqui, eles estão aqui também. – Afirma a guerreira enquanto toca o invisível. – Corram! – Grita Oniria.

Oniria consegue romper com sua espada a magia que deixa os seres Brofos quase imperceptíveis.

– O Mestre chegou primeiro que vocês, Viturianos, vocês não podem fazer mais nada. – Diz uma feia criatura dentuça enquanto tenta avançar contra Oniria, que por sua vez desfere um golpe de espada na criatura que se transforma em pó de forma imediata.

Outros brofos começam a aparecer, Alim se junta a Oniria enquanto Morgana e Aron conseguem entrar na casa. Aron e Morgana  estranham o silêncio.

– Perion! – Chama Aron que não recebe nenhuma resposta.

– Se Varmo já está aqui, então é tarde demais. – Diz Morgana.

Aron olha com desaprovação para Morgana.

– Não é tarde demais! – Diz Aron enquanto começa a subir pela escada que dá acesso ao segundo andar da casa.

Aron se concentra e consegue ouvir os pensamentos de Perion.

– Vai ficar tudo bem, Perion. Eu estou aqui para lhe ajudar, e já chegarei até você. – Diz Aron em pensamento para Perion.

Aron se vira para Morgana que se mantêm logo atrás dele.

– O Conselho lhe retirou sua magia e a mandam para cá. – Comenta Aron.

– Talvez eles queiram que tudo isso seja o meu fim. – Diz Morgana. – E se for, então partirei feliz, pois sei que você conseguirá o Perion a salvo.

Aron tem olhos violetas, ele olha para a porta do quarto de Perion que é literalmente arrancada com esse único olhar  lançado pelo mago.

– Repelus Artroma. – Pronuncia Aron estendendo a mão na direção de Varmo, que tentara segurar Perion.

Varmo é arremessado pela janela que se quebra totalmente. Aron caminha rápido até Perion, que o olha com certo medo. Aron estende a mão para Perion, que a segura e se levanta, está ferido na perna.

– Fica calmo, eu não vou lhe fazer mal algum. – Afirma Aron. – Vamos sair daqui e levar você para um lugar seguro.

Perion balança de forma positiva a cabeça, não consegue dizer nada devido ao susto que levou, achou até mesmo que morreria. Aron, Morgana e Perion seguem para a porta, momento em que Varmo reaparece e lança um feitiço contra Aron, que cai no chão desacordado. Varmo se aproxima de Morgana e Perion.

– Você não tem escapatória garoto! – Diz Varmo com sua voz amedrontadora.

– O que você quer comigo? – Pergunta Perion.

– Eu quero sua magia, e nada mais, mas infelizmente se eu a retirar você morre. – Responde Varmo soltando uma risada aterrorizante em seguida.

– Você não terá a magia dele, não enquanto eu viver! – Grita Morgana enquanto enfrenta Varmo, parece até que se esquecera de que não é mais detentora de magia.

Varmo sorri de forma diabólica.

– Você não pode fazer nada contra mim, agora, Morgana, não pode. – Afirma Varmo.

Morgana empurra Varmo com força que se desequilibra dando tempo assim para Perion sair do quarto. Varmo se aproxima com fúria de Morgana e a segura pelo pescoço.

– Eu deveria matá-la, Morgana, mas não farei isso, pois não vale a pena. Perecer nesse mundo sem sua magia já é um castigo de grande valor. – Diz Varmo jogando Morgana contra a parede.

Aron desperta e olha para Morgana caída no canto do quarto, ele levanta a mão, e uma luz forte começa a aparecer e se intensifica cada vez mais, Varmo fica incomodado com essa luz e tenta usar sua capa preta para se proteger, porém acaba tendo que bater em retirada. Aron pega Morgana no colo e desaparece rapidamente, e reaparece já fora da casa, ele deixa Morgana no gramado, Alim se aproxima dele.

– O Perion está bem, mas o que houve com ela? – Pergunta Alim.

– Ela apenas está desmaiada. – Responde Aron.

Um pouco distante dos dois, Oniria abraça Perion.

– Vai ficar tudo bem, não deixaremos que nada de ruim lhe aconteça. – Afirma Oniria.

– O que eu me tornei?  – Pergunta Perion se mostrando bastante impressionado.

Aron se aproxima do rapaz.

– Aqui sem ninguém você se tornou vulnerável, mas agora tudo será diferente, pois vamos ajudá-lo, Perion. Você não está mais só. – Diz Aron.

Um forte vento se inicia, a temperatura cai drasticamente. Aron se vira e identifica Varmo.

– Temos que ir, ficar aqui seria uma seria ameaça com a vida de pessoas inocentes. – Diz Oniria enquanto levanta sua espada.

– Arapato Ibarano Morpara Isaron. – Pronuncia Aron antes de lançar um forte raio de luz contra a espada de Oniria, que os leva em uma nova viagem em direção a Viturius.

Varmo também desaparece e logo a nuvem negra que se formava no céu de Nova Metrópole é desfeita por completo.


Reino de Viturius 

Lion caminha de um lado para o outro, está nervoso por não ter notícias de seu irmão. Galbo se levanta da cama onde estava deitado e se aproxima de Lion.

– Você também me deixa preocupado agindo assim, Lion. Você tem que ter mais fé, pensar positivo. – Diz Galbo puxando Lion para um abraço. – Se não retornarem até o dia clarear, você nos leva até eles, combinado? – Indaga Galbo antes de beijar a testa de Lion.

– Sim, combinado. – Afirma Lion. – Desculpa deixar você preocupado com essas minhas vastas preocupações, mas ele é meu único irmão e não quero nem pensar em perdê-lo, Galbo.

– Seus problemas são meus problemas também, suas preocupações são as minhas, nunca se esqueça disso. – Diz Galbo. – Você está em meu coração. – Afirma Galbo enquanto coloca a mão de Lion em seu peito esquerdo.

– Obrigado por ser essa pessoa maravilhosa. – Lion agradece enquanto encosta sua cabeça no peito desnudo de Galbo.

Galbo e Lion ouvem conversas no Palácio. Galbo veste uma camisa de tecido e segue com Lion até o salão principal, por um lado ficam felizes ao verem Oniria e Alim, mas por outro não, pois tem Morgana também no  salão principal, e falta Aron e Perion.

– Cadê meu irmão?  – Questiona Lion enquanto olha para os três.


Terra Perdida 

Aron e Perion caminham em meio a muitas pedras. Perion sente medo, mas também sente que pode confiar em Aron. Os dois chegam próximo de um Castelo abandonado, Aron olha para cima e vê quatro luzes em forma de esfera pousar na sua frente, logo essas luzes se fazem pessoas,  pessoas essas que formam o Conselho de magia.

– Jovem Aron, que honra recebê-lo  aqui. Eu e meus irmãos nunca achamos que isso poderia acontecer. – Diz Cermo, um dos membros do Conselho.

– Eu quero respostas, conselheiros. Vocês deram um fardo grande demais para Perion carregar. – Diz Aron.

– Acredite, ele saberá carregar esse fardo com sua ajuda, Aron. Diferente de você que nasceu da magia e não foi escolhido, ele pode perder esse fardo caso desvie para o caminho do mal. – Diz Eiran, uma conselheira.

– Você deve cuidar dele, Aron como se fosse seu filho, como se tivesse nascido de sua magia, e não deixe que nada o faça mudar de direção. – Diz Norin, outro conselheiro.

– Eu sei o que você pensa, que deve ser mais um fardo para você, jovem mago, mas acredite, não é. Você junto de seu rei viverão muitas coisas que vão ser cruciais para o futuro de todos. Não desista de Perion, assim como você não desistiu do Alim ou do Lion. – Diz Mácala, a quarta conselheira.

Aron olha para Perion que se mostra um pouco arredio.

– Você é minha família agora, Perion. – Afirma o mago.  – Vou lhe ensinar tudo o que eu sei.

Aron volta seu olhar para os quatro conselheiros que balançam positivamente a cabeça.

– Você sabe o caminho para a derrota de Varmo, Aron, agora vá, pois é chegada a hora do mal tentar triunfar mais uma vez. – Diz Cermo.

Aron se vira para Perion.

Arapato Ibarano Somartri. – Pronuncia Aron antes de desaparecer da terra perdida junto de Perion.


Reino de Viturius 

Lion chora no ombro de Galbo.

– Se eles não querem me contar onde está meu irmão é por um simples motivo, ele provavelmente não está mais entre nós. – Diz Lion enquanto chora.

Lion sente uma mão tocar seu ombro, ele olha e vê Aron.

– Eu estou aqui, Lion. – Diz Aron sorrindo. – Terminou tudo bem. – Afirma o mago.

Lion enxuga as lágrimas com as mãos e fica extremamente aliviado por estar vendo o irmão novamente. Os dois se abraçam. Alim se aproxima de Aron.

– Não vou deixar você fazer mais isso, não foi só o Lion que ficou com o coração nas mãos, Aron. – Sussurra o rei no ouvido de Aron.


Vale das Trevas 

O dia  amanhece, porém nesse Vale só é possível ver uma pequena quantidade de luz solar. Varmo grita para um de seus guerreiros, que vem de imediato, mas seu rosto está coberto por um grande capuz.

– Moran, tenho uma tarefa muito  importante para você. Você achou que seu dia de glória nunca chegaria, mas se enganou, pois esse tempo começa agora. Você sabe muito bem o que fazer. – Diz Varmo.

– Eu usarei tudo o que tenho, Mestre! – Diz Moran retirando o capuz e se revelando um ser de beleza extraordinária.

– Perfeito, Moran! – Afirma Varmo sorrindo orgulhoso. – Em breve terei o que tanto anseio e logo serei um dos conselheiros da magia.

CONTINUA

Anúncios

9 comentários sobre “O Mago: Capítulo 2 (Terceira Temporada)

  1. Migo, a qualidade da história subiu nessa nova temporada, to adorando! As cenas de Lion e Galbo, são sempre adoráveis 😀 Gostei de ser apresentado ao conselho, gostei da Morgana trocar de lado e meio que vai ajudar eles nessa nova jornada, gostei muito… Tadinho do Lion chorando, deu dó… Migo tá muito bom!

    1. Muito obrigado migo 🙂 estou melhorando aos pouquinhos 😁 o Conselho vai aparecer um pouco ainda já que Varmo quer Se tornar um dos conselheiros 😀 Lion enfrentará o ciúme de Galbo logo, e vice-versa 😊

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s