Filho da Neve: Capítulo 8



O corpo de Ilon parece ter perdido toda a vida, toda a força, seus olhos miram o céu escuro, um olhar indecifrável. Lormio sorri muito com o que vê, está cheio de si, ele olha para o corpo do sobrinho e logo depois olha para Savo.

– Se você tivesse ficado no espelho, nada disso aconteceria, Savo. Você me traiu, traiu o seu Mestre.  – Diz Lormio enquanto o sorriso desaparece aos poucos.

– Você nunca foi o meu Mestre, Lormio! Eu servi a um único rei e jamais serviria a outro que não seja o filho do verdadeiro. – Savo afirma enquanto se levanta da neve e enxuga algumas lágrimas.

Lormio se espanta ao ver a neve se mexer em baixo de seus pés, ele vira rapidamente para onde o corpo de Ilon está. O corpo de Ilon começa a ser totalmente coberto pela neve e desaparece por poucos instantes. Instantes suficientes para que a Neve devolva o ar da vida para Ilon.

Lormio dá alguns passos para trás, parece estar com medo. Marfel desperta e vê Ilon surgir da neve, os olhos do futuro rei parecem estar congelados.

– Essa batalha ainda não acabou, Lormio! – Diz Savo abrindo um sorriso.

– Como? Isso não é possível! – Lormio se recusa a acreditar no que vê diante dos seus olhos.

– A magia do filho da neve não é vista com os olhos, e sim com o coração,  Lormio, e você e nem ninguém poderá mudar o que Ilon representa para Felito. – Afirma Savo.

Ilon começa a caminhar na direção de Lormio, que desfere alguns feitiços na direção do sobrinho, que por sua vez consegue se defender de todos. Ilon levanta Lormio no ar com apenas um leve movimentar dos dedos.

– Você vai me matar? Vai se tornar igual a mim? – Lormio pergunta a Ilon.

– Era o que eu deveria fazer com você. Deveria retirar sua vida assim como você  retirou a do meu pai, e de minha mãe, assim como você  ceifou a vida de muitos inocentes por algo que nunca lhe pertenceu. – Responde Ilon  com grande raiva. – Mas eu não serei igual a você, não serei uma pessoa desprezível. – Afirma o jovem Ilon abrindo uma das mãos que até então estavam fechadas.

Lormio cai na neve e olha para o sobrinho.

– Você é um tolo! – Grita Lormio.

– Você que não é sábio, não é digno do dom que carrega. – Afirma Ilon.

A neve começa a se juntar em Lormio que tenta escapar, porém não consegue, ele é totalmente engolido e desaparece em questão de segundos. Ilon caminha até Marfel que sorri para ele.

– É bom ver que você está bem, Ilon! – Diz Marfel se pondo de pé antes de receber  um abraço de Ilon.

– Eu que fico feliz em vê-lo bem. – Afirma Ilon enquanto aperta o abraço. – Tudo  irá mudar a partir de agora. – Diz Ilon beijando a testa de Marfel.

– Eu sei! Você será o novo rei de Felito,  E isso quer dizer que não nos veremos nunca mais. – Diz Marfel com certa tristeza na voz.

– Não vou abdicar de sua irmandade, da sua proteção, dos seus  conselhos, Marfel. – Ilon esboça um sorriso assim que sai do abraço e fica de frente  para Marfel. – Você estará comigo nessa nova era. – Afirma Ilon fazendo com que Marfel comece a sorrir com tal comunicado.

As nuvens negras começam a se dissipar por completo, logo um majestoso sol surge em todo o Reino de Felito. Savo sorri e se aproxima do novo rei e de Marfel.

– É hora de irmos para o Palácio Real. – Diz Savo. – E apresentar você, Ilon de Felito como o novo rei de todas essas terras. – Conclui o guerreiro.

Ilon sorri e começa  a caminhar ao lado de Marfel e Savo, mas pára ao ver seu pai e sua mãe sorrindo. Ilon se aproxima devagar de onde seus pais aparecem.

– Saiba que nem tudo acabou por aqui, meu filho. – Diz Morlop. – Você  tem muito  o que enfrentar pela  frente.

– E eu seu pai sempre estaremos com você, filho. – Afirma Naroma.

Ilon sorri para os pais.

– Hoje você demonstrou estar preparado para dominar toda a sua magia, mas ao longo do tempo você será colocado a prova disso, e não se deixe vencer por você mesmo. Você é o seu limite! Cuide-se e cuide de que o ama, sempre. – Diz Morlop enquanto  segura na mão de Naroma antes de desaparecer.

– Obrigado pai, obrigado mãe! – Ilon agradece colocando a mão no coração.

Savo retira do bolso de seu casaco, um espelho, o mesmo espelho que se quebrou quando Ilon tocou. O Guerreiro passa a mão sobre o objeto e o vidro se refaz.

– Pronto! Agora já podemos viajar em segurança. – Afirma Savo antes de esboçar um pequeno sorriso.

Ilon se aproxima de Marfel e Savo com a energia renovada, seus olhos brilham.

– Podemos ir? – Pergunta Ilon.

Savo faz a reverência ao novo rei.

– Sim, vossa majestade! – Responde Savo sorrindo.

Marfel sorri para Ilon.

– Eu nunca vou me acostumar com isso. – Afirma Ilon.

Savo levanta o espelho para o alto, o objeto suga  os três para dentro dele, a viagem é rápida, pois logo estão no portão do palácio de Felito. As pessoas se aproximam de Ilon, todas sorriem, e uma grande  salva de palmas é dada.

– O verdadeiro rei voltou! – Diz Savo pegando em uma das mãos de Ilon e a levantando. – Filho de Morlop e Naroma, nosso rei Ilon de Felito! – Grita  Savo antes de virar para Ilon e sorrir.

NÃO É O FIM DA JORNADA…

Anúncios

3 comentários sobre “Filho da Neve: Capítulo 8

  1. NOSSA, MIGO ADOREI O FINAL! FICOU PERFEITO, FICOU APARECENDO UMA HISTÓRIA COMPLETA, PORÉM TEM A SENSAÇÃO DE SER O INÍCIO DA JORNADA…. TIPO FOI A SAGA DE ILON EM DESCOBRIR E ACEITAR SEU DESTINO, DE FILHO DA NEVE, ADOREI!

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s