PEDACINHOS

Água não sacia mais a sede,

Pois a sede não é de água.

Fome não passa com comida,

Pois não tem fome disso tudo

Tem sede e fome de vida,

Tem desejo de segurar na mão, o mundo.

Tem sede de vida

Tem fome de amor.

Anúncios

7 comentários sobre “PEDACINHOS

  1. Tô no chão, querido! Você tem um timing perfeito pra postar as coisas, parece que sempre é na hora certa, no momento que mais faz sentido! Amei… mas uma vez me vi descrito! HEHEHEHE To começando a achar que não é difícil me descrever, me vejo na escrita de muita gente, principalmente a sua. Acho que só eu que não me vejo claramente KKKKKKKKKK Parabéns! Ficou ótimo e amei demais!

  2. Eu fico meio atordoado porque cada verso é um baque que me faz querer o próximo e o próximo… Cada verso faz nascer uma luz em mim, porque a poesia é tua, Jair, é cheia de coisas positivas e eu não consigo não me deixar acreditar nessas possibilidades magníficas.

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s