Precioso Viver : Capítulo 13 (Penúltimo Capitulo)


picsart_10-26-04.13.34.jpg


CENA 1: Fazenda Vermelha, Estábulo, Interior/ Exterior, Noite 

Virgílio tem Marcos e Fernando na sua mira. Fernando encara Virgílio com desconfiança.

VIRGÍLIO: – Você fugiu da Polícia e veio se esconder aqui, o que você pensou, Fernando?

FERNANDO: – Eu não pensei nada,  pois não estava em condições de pensar pra onde eu deveria ir ou não. Agora abaixe essa arma, senhor Virgílio, eu não tenho intenção de fazer nada com ninguém.

VIRGÍLIO:  Mas antes você tinha, e não estava de brincadeira.

FERNANDO: – Você vai me entregar para a polícia?

VIRGÍLIO: – Vou entregar vocês dois! – Ele diz enquanto olha para Marcos.

Fernando olha para Marcos.

FERNANDO: – Não precisa entregar ele, afinal a Polícia quer só a mim. Deixe que ele vá.

VIRGÍLIO: – Não vou deixar um bandido como você fugir, Fernando. Como eu gostaria que você fosse igual ao seu irmão, que tivesse o mesmo caráter de seu pai que sempre foi honesto, íntegro.

FERNANDO: – Mas eu não sou o meu irmão.

Fernando avança contra Virgílio que atira, mas erra, porém o tiro acerta um tambor de gasolina, e tudo começa a pegar fogo rapidamente.

Ruan sai rápido do carro assim que chega na Fazenda e avista o antigo estábulo pegando fogo. Ruan vai depressa,  Agenor tenta impedí-lo de entrar, mas ele entra assim mesmo. Ruan vê Fernando tentando tirar Virgílio,  que está desmaiado do meio das chamas e ajuda o irmão.

FERNANDO: – Você?

RUAN: – Achou que havia morrido?

FERNANDO: – O Marcos então não fez.

Os dois continuam a puxar Virgílio para fora do estábulo.

RUAN: – Eu queria acreditar que você não tivesse mandado ele me matar.

FERNANDO  (sorrindo): – Eu não mandei ele matar você.

Eles saem do estábulo que é consumido pelas chamas. Ao longe é possível ouvir o barulho das sirenes da Polícia e da ambulância. Fernando olha para o estábulo em chamas.

FERNANDO (Pensando): – Ele conseguiu fugir

Ruan se aproxima do irmão.

RUAN: – Você não vai fugir?

FERNANDO: – Se fosse ontem eu até faria isso,  mas hoje não.

Fernando se senta no chão ao lado de Virgílio, que desperta. Virgílio está debilitado, ele olha para Ruan e Fernando.

VIRGÍLIO: – Eu preciso contar uma coisa.

Fernando e Ruan olham para Virgílio.

RUAN: – Poupe suas forças senhor Virgílio.

VIRGÍLIO: – Não, eu preciso falar.

Virgílio leva a mão ao coração. Agenor se aproxima dos três.

VIRGÍLIO: – Eu vim para essas terras com um único objetivo, o de me vingar da morte do meu irmão, o pai de vocês, porém a vida encarregou de fazer isso antes de eu chegar definitivamente aqui, e para minha  surpresa fui surpreendido pela tamanha diferença de caráter que vocês dois possuem.

FERNANDO: – O senhor é nosso tio?

VIRGÍLIO: – Sim, eu sou tio de vocês.

RUAN: – Você vai ficar bem, o socorro já está a caminho.

VIRGÍLIO: – Eu sei que não vou ficar bem, mas estou feliz em vê-los bem apesar de tudo.

Virgílio segura a não dos gêmeos, e falece instantes depois. A polícia e a ambulância chegam, Fernando é preso.

FERNANDO: – Desculpa por tudo! – Ele pede antes da porta do carro de polícia se fechar.


CENA 2: Aurora, Casa de Isabel e Ruan, Interior, Noite

Ruan chega abatido e recebe o abraço de Isabel, que o beija em seguida, os sentimentos são muitos da parte de Ruan, que chora no ombro de Isabel.

ISABEL: – Tudo vai ficar bem, Ruan. – Ela afirma  na tentativa de consolar Ruan.

RUAN: – Eu sei que vai, mas eu também queria que nada disso tivesse acontecido. Eu queria que o Fernando fosse uma boa pessoa, juro que eu queria.

Isabel aperta o abraço em seu amado, ele repousa mais uma vez à cabeça no ombro dela.


SEMANAS DEPOIS


CENA 3: Delegacia de Aurora, Sala de visita , Interior, Manhã

Fernando está sentado na cadeira atrás de uma mesa, ele olha para todos os lados da pequena sala, e foca o seu olhar na porta que se abre lentamente, ele sorri.

FERNANDO: – Você conseguiu!

Marcos se aproxima e se senta em outra cadeira, ficade frente para Fernando.

MARCOS: – Foi difícil, mas eu consegui, teve um momento que eu achei que não seria capaz de sair daquele incêndio.

FERNANDO: – Ainda bem que você conseguiu!

MARCOS: – Você está mais feliz do que parece, o que houve?

FERNANDO: – A justiça não perdoou por eu ter roubado o dinheiro Antônio, mas meu irmão sim, por isso  que estou feliz.

MARCOS: – E o seu sentimento pela Isabel?

Fernando se levanta e segue até próximo de uma janela.

FERNANDO: – Eu nunca senti nada de verdade por ela. – Ele olha para Marcos. – Era apenas obsessão, eu tinha inveja do meu irmão.

MARCOS: – Eu sabia, e fico feliz por você  ter visto isso antes de enlouquecer completamente.

Marcos se aproxima de Fernando.

MARCOS: – Vai ficar tudo bem, chefe!

Marcos sai a pedido de um policial, logo Ruan entra. Os gêmeos ficam um de frente para o outro, Fernando abraça Ruan.

FERNANDO: – Obrigado por ter me perdoado depois de tudo que fiz pra você,  meu irmão.

RUAN: – Eu só quero que você seja uma pessoa melhor, Mano. você é sangue do meu sangue, meu espelho, apesar de tudo o que você me fez, eu não poderia desprezar você.  – Ele coloca a mão no peito de Fernando. – Pois sei que aqui habita um ser de amor.

FERNANDO: – Você é o melhor irmão que eu poderia ter, eu quero que você seja muito feliz, muito mesmo, e não se esquece de mim. – Ele chora no ombro de Ruan.

RUAN: – Você logo sairá e quando isso acontecer, terá uma família esperando você lá fora.

O abraço é mais apertado, os gêmeos choram.


CENA 4: Aurora, Casa de Julia, Varanda, Exterior, Noite

Douglas está abraçado a Julia, que sorri.

DOUGLAS: – É tão bom estar aqui com você.

JULIA: – Eu digo o mesmo, meu amor. Você me faz tão bem.

DOUGLAS: -Ainda bem que nossos amigos agora estão bem, estão felizes.

JULIA: – Sim, espero de coração que essa felicidade dure muito mesmo.

DOUGLAS: – Fique tranquila, Julia, pois o Fernando está preso, e de verdade acredito que ele tenha enxergado que nosso viver é precioso e desperdiçado, só nos torna seres solitários.

JULIA: – Eu ainda tenho um pé atrás com ele, pois não sei o que ele pode fazer para o Ruan e para a Isabel depois que deixar a cadeia. Meu coração acredita que ele tenha mudado para melhor, mas minha cabeça diz que não.

DOUGLAS: – É deixar que o tempo nos mostre a verdade.

JULIA: – Você tem toda razão.

Julia e Douglas se beijam enquanto a chuva cai.


CENA 5: Aurora, Casa de Isabel e Ruan, Sala, Manhã

Ruan tem os olhos fixos nos olhos de Isabel, um sorri para o outro. Ruan se aproxima de Isabel e  segura suas mãos.

RUAN: – Faz um bom tempo que eu deveria ter feito isso, mas não fiz, porém agora é mais do que o momento certo pra eu fazer..

Isabel continua sorrindo. Ruan beija as mãos de Isabel.

RUAN: – Casa comigo? – Ele pergunta enquanto retira um anel do bolso da calça.

Isabel o abraça.

ISABEL: – Sim, sim, é tudo o que eu mais quero.

RUAN: – Desculpa ter demorado tanto para fazer esse pedido, meu amor.

ISABEL: – Não há nada pra ser desculpado, Ruan. Eu amo você!

Ruan e Isabel se beijam. Ruan pousa sua mão na barriga de Isabel.

RUAN: – E eu os amo muito!


CENA 6: Delegacia de Aurora, Interior/Exterior, Noite

Fernando olha para a porta de sua cela, e a vê ela se abrindo, um policial entra.

POLICIAL: – Vamos!

FERNANDO: – É hoje?

POLICIAL: – Sim, venha!

Fernando estende as mãos e o policial algema. O policial leva Fernando para fora da cela, logo estão fora da delegacia. Fernando entra em um carro da Polícia, será levado para o presídio.


CENA 7: Rodovia, Noite

Uma chuva fraca começa, os carros da Polícia vão rápido, Fernando é pego de surpresa, e mesmo com o cinto, ele bate a cabeça e desmaia, o carro pára bruscamente.

Três carros pretos param na frente das viaturas e impedem que eles sigam, vários homens saem dos carros armados até os dentes.

Vários homens se aproximam dos policiais, que não revidam, eles são amarrados e deixados a beira da estrada, os homens encapuzados colocam fogo nas viaturas depois de retirarem Fernando do carro sem que os policias vejam.

Fernando é colocado dentro de um dias carros, que segue em alta velocidade. As viaturas dos policiais são consumidas pelas chamas

CONTINUA…

Anúncios

3 comentários sobre “Precioso Viver : Capítulo 13 (Penúltimo Capitulo)

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s