Meias Palavras 



Ele acordou na areia da praia, despertou quando os outros dormiam, olhou para o sol que ainda era tímido, viu alí a oportunidade de fazer diferente do que estava  fazendo, ele sentiu a energia, tocou o vento frio que vinha do mar, e sorriu, agora tinha a certeza do que realmente queria, obteve a força que outrora não teve.

Anúncios

6 comentários sobre “Meias Palavras 

  1. A paz era a mais promissora, natural de todas. Sem ponteiros contando as perdas, sem estalos dos ossos cheios de estresse desgovernado. Não desistiu e a recompensa foi a arte do despertar para uma nova visão. O vazio nunca foi uma opção, o recomeço foi a maior benção.

    Adoro como tu consegue dar continuidade ao texto sem perder a linha de pensamento. Como pode ver no fragmento acima, eu faço muitos cortes, não consigo manter a bola girando em um mesmo ângulo por muito tempo.

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s