Devaneios



O meu tempo se vai com o vento,

Houve um tempo que eu alcançava,

Teve um tempo que eu lamentava,

Sua partida, seu desabrochar.

Hoje lamento o não afrouxar do laço,

Deveria estar preparado,

Mas mesmo com um pouco de preparo,

O choro é inevitável,

Parece irremediável.

Espere por mim, vou alcançar

Iremos juntos ao mesmo lugar,

Não ficarei aqui, vou partir,

A solidão não vai me alcançar,

Já superei tamanha dor,

Agora parto para recomeçar.

Anúncios

7 comentários sobre “Devaneios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s