Luz dos Olhos: Capítulo 5



Fazenda Temporal, Sede, Sala, Noite

Cássio entra na sala da casa, senta no sofá, liga o abajur e segue até uma garrafa de conhaque, ele se serve e retorna para o sofá.

CÁSSIO: – Em breve tudo isso será só meu, não vejo a hora de ter o que me pertence, e me ver livre dessas pessoas. Falta pouco!

Cássio fica bebericando o conhaque, tem os pensamentos em seu futuro, mas logo sua expressão de felicidade muda, ele arremessa o copo contra a porta.

CÁSSIO: – Droga! Ainda tenho que tirar o imprestável do Rui do meu caminho. Ele poderia ter ficado quieto, mas vou mostrar para ele o que acontece com quem se mete no meu caminho.

Cássio sorri.


Nevedo,  Hospital, Quarto, Manhã

Alguém bate na porta, Brenda está recostada na cabeceira da cama.

BRENDA: – Pode entrar!

A porta se abre, é Bibiane, que segue até próximo de Brenda.

BIBIANE: – Como você está?

BRENDA: – Muito feliz, minha amiga, era o que eu mais queria.

BIBIANE: – Estou muito feliz por você, Brenda.

Brenda percebe a tristeza de Bibiane.

BRENDA: – Você está triste não é mesmo, minha amiga?

Bibiane caminha até a janela.

BIBIANE: – Um pouco só, Brenda, mas isso vai passar.

BRENDA: – Eu sei que o Rui nada tem a ver com o que foi dito pelo Cássio, Bibiane. Todos nós conhecemos o Cássio muito muito bem.

Bibiane olha para Brenda.

BIBIANE: – Menos o Gonçalo que pensa que o irmão é um santo. Tenho medo até de pensar do que o Cássio seria capaz.

BRENDA: – Mas acredito que essas loucuras do Cássio não vá durar para sempre, pois logo o Gonçalo descobrirá.

Bibiane volta a ficar ao lado de Brenda.

BIBIANE: – Eu e o Rui decidimos ir embora de Nevedo, minha amiga.

BRENDA: – Não deveriam se intimidar, minha amiga. O Cássio é um idiota, isso que ele é, logo vou abrir os olhos do Gonçalo.

BIBIANE: – Toma cuidado, Brenda, é só o que eu peço, pois você é como uma irmã para mim.

Brenda segura a mão de Bibiane.

BRENDA: – Você também é como uma irmã para mim, Bibiane. Eu vou ficar atenta ao Cássio, sim.

Bibiane abraça Brenda.


DOIS DIAS DEPOIS 

Fazenda Temporal, Sede, Quarto de Brenda e Gonçalo, Manhã

Brenda está sentada ao lado do berço do filho, que dorme feito um anjinho, ela sorri admirando o pequeno. Gonçalo desperta e fica assustado ao não ver Brenda, mas se tranquiliza quando ouve a voz dela.

BRENDA: – O que houve, meu amor?

Gonçalo se senta na cama.

GONÇALO: – Tive um sonho estranho, mas nem vale a pena relembrar.

BRENDA: – Você tem trabalhado muito, Gonçalo, precisa de um tempo pra você.

GONÇALO: – Se o Rui trabalhasse ainda comigo, eu poderia tirar uma férias, mas isso será impossível.

Brenda se levanta da poltrona ao lado do berço do filho e se senta na cama, ela olha para o marido.

BRENDA: – Sei que você não acredita que foi o Rui quem desviou aquele dinheiro.

GONÇALO: – Realmente não sei mais em que acreditar, Brenda.

BRENDA: – Você já iniciou as investigações internas?

GONÇALO: – Já, meu amor, e confesso que tenho medo.

BRENDA: – Não deveria, pois a verdade é o que importa e eu sei que não foi o Rui.

Gonçalo abaixa a cabeça.

GONÇALO: – Tenho medo de que seja o Cássio, eu não saberia o que fazer, afinal ele é meu irmão, não queria ter essa decepção com ele.

Brenda abraça Gonçalo.


Fazenda Temporal, Sede, Corredor, Manhã 

Cássio está com o ouvido próximo a porta do quarto de Brenda e Gonçalo, ele ouve toda a conversa, a raiva é visível em seu olhar.

CÁSSIO (Pensa): – Não acredito que ele começou uma investigação interna. Nada vai dar errado, não agora, tenho que apressar tudo  para essa noite, não  posso deixar  que me tirem o que já peguei.

Cássio deixa de ouvir a conversa atrás da porta e sai furioso em direção a sala. Cássio cruza a sala, e sai da casa, tem os olhos vermelhos de raiva.

CÁSSIO: – Hoje, sim, vai ser hoje que as coisas tomarão a forma  que já  deveriam ter tomado, ninguém ficará no meu caminho, ninguém!


Fazenda Nascente, Sede, Sala, Tarde

Mariana olha pela janela a chuva se aproximar com rapidez, ela se perde rapidamente em pensamentos, principalmente na última vez em que viu o marido vivo.

MARIANA: – Já faz tanto tempo, não quero acreditar, mas ele  deve ter morrido mesmo e levado a coisa mais preciosa para mim com ele (chora) eu deveria ter impedido dele levar meu filho, mas acredito que seja tarde, nunca vou me perdoar.

Mariana coloca a mão sobre a barriga, ela chora se lembrando da chuva que estava no dia em que foi largada no meio da rua de Nevedo. A chuva é forte fora da casa.

MARIANA: – Eu poderia ser uma mulher amarga, mas não sou, isso não me levaria a lugar algum. Sei que Deus vai me ajudar a reencontrar meu filho.


Fazenda Temporal, Sede, Quarto de Cássio, Tarde

Cássio pega o telefone ao lado da cama, ele faz uma ligação.

CÁSSIO (ao telefone): – Está tudo combinado, espero você hoje a noite, e não quero falhas.  A Brenda e o meu irmãozinho vão se arrepender.

MULHER (do outro lado da linha): – Não haverá falhas, eu já sequestrei muitos bebês, e não será  o primeiro que não darei conta.

CÁSSIO (ao telefone): – Perfeito! Espero você aqui!

A ligação é encerrada, Cássio se deita na cama.

CÁSSIO: – Primeiro o Rodriguinho, depois o paizinho dele, nada vai dar errado. Eu sou um gênio!


Fazenda Temporal, Sede, Sala, Tarde

Brenda está sentada no sofá, a porta se abre, Bibiane entra. Bibiane segue direto até Brenda, que fica feliz ao ver a amiga.

BRENDA: – Decidiram não ir?

BIBIANE: – Vamos amanhã, minha amiga.

BRENDA: – É definitivo?

BIBIANE: – Sim, mas quem sabe um dia a gente não retorne.

BRENDA: – Tenho certeza que sim! E  não se preocupe, pois logo o Cássio também estará longe daqui.

Bibiane se senta ao lado de Brenda.

BIBIANE: – É o melhor que pode acontecer, minha amiga. O Cássio parece aqueles homens que não se importam com as consequências dos atos.

BRENDA: – Mas acho melhor ele se importar, pois o Gonçalo prometeu que se descobrir que tem dedo dele nisso, ele não o poupará da cadeia.

Cássio está em pé no alto da escada, tem um sorriso nada amigável.

CÁSSIO (pensa): – Não terão esse tempo!

Cássio sorri enquanto retorna para o quarto.

CONTINUA…

Anúncios

2 comentários sobre “Luz dos Olhos: Capítulo 5

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s