Desejo de Viver: Capítulo 10




Cidade de Vale das Pedras, Bairro Formoso, Casa de Manoel 

Sônia se aproxima do corpo de Frederico, ela se abaixa e sente o pulso dele, Manoel desce pela escada  e fica ao lado dela.

SÔNIA: Ele morreu!

MANOEL (assustado): Como?

SÔNIA: Infelizmente, sim, Manoel.

Manoel começa a chorar. Rafaela passa correndo pelos dois, sai da casa, entra no carro e segue em alta velocidade.

RAFAELA: Ele mereceu por ter feito isso comigo!



Horas Depois 

Cidade de Vale das Pedras, Bairro do Rosário, Casa de José 

José,  Catarina e Pedro entram na casa.

JOSÉ: Fiquem a vontade -aponta o sofá-

Pedro e Catarina se sentam.

PEDRO: Obrigado,  José!

CATARINA (tímida): Obrigada!

JOSÉ: Não precisam me agradecer. Vou buscar algo pra nós bebermos.

José se dirige para cozinha.

CATARINA: Quem é ele, Pedro?

PEDRO: Ele é um dos sócios da agência de modelo onde trabalho, e onde você também vai trabalhar.

CATARINA: Ele apareceu na hora certa!

PEDRO: Sim, meu amor!

Pedro segura as mãos de Catarina, abraça e a beija em seguida.



Rodovia Azevedo Sales

Berenice e Vítor estão chegando em Vale das Pedras, uma chuva fraca se inicia.

BERENICE: Tomara  que minha filha  esteja bem!

VÍTOR: Acalme-se Berenice. Já estamos chegando na cidade.

BERENICE: Você já veio nessa cidade, doutor Vítor?

VÍTOR: Sim. Eu tinha um paciente por aqui, ele morava no bairro do Rosário, o mesmo bairro para onde estamos indo.

BERENICE: Você disse tinha?

VÍCTOR: Sim, pois infelizmente ele faleceu há alguns meses já!

BERENICE: Que Deus o tenha em um bom lugar.



Cidade de Vale das Pedras, Edifício Castro, Apartamento de Rodolfo

Rodolfo, Amanda e Nestor estão sentados no sofá.

AMANDA: Estou muito feliz por você, irmão. Esse é o início de uma nova fase.

NESTOR: Só me falta emprego agora, mas eu já tenho algo em mente.

RODOLFO: Espero que não seja nada ilícito.

NESTOR: Fique tranquilo, pai, pois tem a ver com a fotografia.

AMANDA: Uma carreira maravilhosa que você largou.

RODOLFO: Você faz bem em retornar à profissão que você sempre dominou muito bem desde  a adolescência.

NESTOR: Será que o José me arrumaria um emprego na agência dele?

RODOLFO: Creio que sim! O José tem um bom coração.

AMANDA: Se quiser, eu posso falar com ele, Nestor.

NESTOR: Você faria isso por mim, Amanda?

AMANDA: Claro que sim. Você quer mudar, então eu vou te ajudar como eu puder, meu irmão.



Cidade de Vale das Pedras, Bairro Formoso, Casa de Manoel 

Manoel chora ao ver o corpo de bombeiros colocar o corpo de Frederico envolto em um pano branco. Sônia abraça o ex marido, um policial se aproxima.

POLICIAL: Vocês sabem quem foi o autor do crime?

Manoel fica calado, não quer incriminar a filha.

SÔNIA: Foi minha nossa filha, Policial.

POLICIAL: Vocês sabem do paradeiro dela?

SÔNIA: Ela fugiu, está em um carro laranja…

Manoel se afasta de Sônia e do policial, ele sai pela cozinha, se senta em um banco de madeira e põe as mãos na cabeça. Minutos depois, Sônia aparece.

SÔNIA: Eles já foram, Manoel.

MANOEL: Eu achei que ela me odiaria para sempre, nunca pensei que ela fosse fazer algo desse tipo.

SÔNIA: Ela se tornou uma criminosa. Nossa filha não amava o Frederico, ela tinha obsessão por ele.

MANOEL: Não sei o que vou fazer a partir de agora!

SÔNIA:  Você será forte como sempre foi. Eu estarei do seu lado, Manoel.

Sônia abraça Manoel, que chora nos ombros dela.




Rodovia Azevedo Sales

Rafaela está em alta velocidade, nervosa e tremendo, a visão embaça, ela chora.

RAFAELA: Nojentos! Dois nojentos.

Rafaela não enxerga mais nada a sua frente, então sai da pista e se choca contra uma árvore, que se quebra ao meio e atinge seu carro, ela fica presa nas ferragens, desacordada.



Cidade de Vale das Pedras, Bairro do Rosário, Casa de Manoel 

A campainha toca. Pedro se levanta do sofá para atender a porta, mas José intervém.

JOSÉ: Deixa que eu faço isso, Pedro!

Pedro volta a sentar enquanto José vai até a porta e abre, ele fica paralisado. Berenice que está do lado de fora, também fica paralisada com o que acaba de ver, é inevitável a emoção.

BERENICE (emocionada): Filho!? Meu Deus!

JOSÉ (surpreso): Mãe!!!

José abraça Berenice. Catarina consegue ver que é a mãe quem está do lado de fora, e se aproxima sem entender nada.

CATARINA: Você conhece minha mãe, José?

Os três se olham. Catarina não entende o que se passa.


CONTINUA…

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s