Palavras ao Vento 


Na taça o vinho não repousa mais

agora transborda o veneno de quem o bebeu

Um gole aqui, palavras soltas, vidas alheias

Mais um gole de vinho

Morre a flor e ficam os espinhos

Tira a máscara da sedução 

Revela-se a bela ilusão 

Que se criou ao apostar no óbvio 

O vinho se acabou, a taça se quebrou

E todo veneno se espalhou

Limpe tudo!

Antes que contamine todo o mundo.

#BEDO67

Anúncios

4 comentários sobre “Palavras ao Vento 

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s