O Próximo Alvo: Capítulo 9



Bairro Constantinopla, Casa dos Ramalho 

Túlio se põe a frente de Ana, o homem que está armado abre um sorriso misterioso. 

HOMEM: Chegou a sua hora!

ANA (grita): Não! Quem te mandou fazer isso?

HOMEM: Cala a boca! -aponta a arma para Ana- quer morrer?

O medo se faz presente, Túlio pede em pensamento que nada de ruim aconteça com ele ou com Ana. Um tiro e a arma que o homem segura, cai no chão. Túlio chuta a arma para longe e sai correndo com Ana. Fernando aparece com uma arma em punho.

FERNANDO: Vão para o carro, agora! Deixa que eu cuido dele.

ANA: Quem é ele?

TÚLIO: Eu não sei, mas parece querer nos ajudar.

Túlio e Ana saem da casa e entram no carro branco estacionado, Morgana está assustada sentada no banco de trás.

TÚLIO: Tia, você está bem?

MORGANA: Estou melhor agora!

Fernando sai da casa e tranca, retira o celular do bolso e faz uma ligação rápida. Ele vai até o carro e senta no lugar do motorista.

FERNANDO: Estão todos bem?

MORGANA: Graças a Deus e a você, sim.

TÚLIO (intrigado): Quem é você?

FERNANDO: Fernando Ludiato, sou sobrinho do pai da Ana! 

ANA: Muito obrigado por ter salvo a gente!

TÚLIO: Só queria saber de onde veio aquele homem.

MORGANA: Você não imagina!?

O carro é posto em movimento.

FERNANDO: A polícia vai cuidar dele!


Apartamento 21, Edifício Líbero 

Magno está com o celular ao ouvido.  Madonna observa a expressão de raiva do pai, que ao encerrar a ligação, arremessa o celular na parede, Madonna arregala os olhos.

MADONNA: O que houve, meu pai?

MAGNO: Ele conseguiu escapar!

MADONNA  (surpresa): Mas como!? 

MAGNO: Acredita que o infeliz do Fernando Ludiato ainda está vivo? Foi ele quem livrou a pele do Túlio.

MADONNA: Meu Deus! A polícia já está por lá?

MAGNO: Sim, mas nada vai acontecer, pois temos os nossos contatos e não poderão me acusar.

A campainha do apartamento toca repetidas vezes, Madonna se encaminha para atender, ela abre a porta e fica paralisada quando vê Thiago, Magno engole seco. Thiago se aproxima de Magno.

MADONNA (grita): Vai embora ou eu chamo a polícia. 

Thiago agarra Magno pelo colarinho.

THIAGO (nervoso): Chama, pois assim resolvermos tudo de uma vez por todas -olha para Magno- achou que não me veria tão cedo?

MAGNO: Como você conseguiu sair da cadeia?

THIAGO: Com uma coisa que você ama mais do que sua própria vida, o dinheiro. Você tentou matar mais um não é mesmo? Como fez com o Salomão,  com o pai do Fernando, com sua filha, com sua mulher.

MAGNO: Você não tem provas!

Thiago sorri e solta Magno, que cai no chão.

THIAGO: O seu dia está chegando, velho infeliz! Logo você e essa vadia de sua filha colherão o que plantaram. E não tente mais nenhuma gracinha com o namorado de minha filha ou eu acabo com você!

MAGNO: A Ana está perto de odiar você, estou tão perto de fazê-la odiar você.

Magno arregala os olhos ao ver Ana entrando no apartamento. Ana olha com desprezo para Madonna, que se mantém assustada, ela segue para perto de Thiago.

ANA: Você nunca vai me convencer com mentiras, vô! 

Ana olha com ódio para Magno.



Bairro Canudos, Apartamento de Sílvia

Sílvia ainda se recupera do susto que levara com homem que entrou em sua casa. Olívia está ao lado da mãe, assim como Lucas que tenta entender tudo aquilo.

LUCAS: Você acha que esse homem que invadiu nossa casa tem algo a ver com o vovô? 

SÍLVIA: Não tenho certeza, mas acho que sim, Lucas

OLÍVIA: Mãe, não é melhor avisar a polícia? 

SÍLVIA: Está louca? A polícia está ao lado do Magno, filha. A única autoridade em que confio é a Diana, que sempre foi uma policial honesta.

LUCAS: Temos que acionar a polícia Federal, então, minha mãe.

SÍLVIA: Eu vou resolver isso a minha maneira. Prometam que não vão se meter?

OLÍVIA: Tem certeza, mãe?

SÍLVIA: Absoluta! Eu sei como parar o Magno.

A campainha toca, Lucas corre a atender e se surpreende com quem ele vê a porta.

LUCAS (surpreso): Ivo?

IVO: Não vai me convidar pra entrar?

SÍLVIA: Quem é, filho?

Ivo entra no apartamento, Sílvia mantém uma expressão de assustada, parece que está vendo uma assombração.

SÍLVIA: Meu Deus, primo! Meu Deus! Nós achamos que você tinha morrido naquele acidente de carro.

Ivo se aproxima de Sílvia, que está parada próximo ao sofá.

IVO: Mas como pode ver, estou bem. Minha sorte foi encontrar uma pessoa tão boa como a Morgana. Ela cuidou de mim depois que me encontrou vagando pelo interior.

Lucas e Olívia olham para Ivo, que os encara.

IVO: Seus filhos cresceram, hein?

SÍLVIA: Já faz  10 anos desde que tudo aconteceu, primo. Mas não entendo desse seu aparecimento somente agora.

IVO: Eu precisava me recuperar, me ver bem financeiramente para enfrentar o Magno de igual para igual.

LUCAS: Vamos deixar vocês a sós!

Lucas faz um sinal para Olívia, que o acompanha. Os dois seguem pelo corredor até os quartos.

LUCAS: Já pensou em algo?

OLÍVIA: O nerd aqui é você, mas eu tenho uma ideia pra livrarmos eu, você é nossa mãe de sermos  os próximos alvos do nosso avô.

Lucas sorri.



Apartamento de Thiago, Edifício Líbero.

Ana chora no ombro de Túlio, os dois estão em pé próximo a janela. Fernando, Thiago,  Morgana estão sentados no sofá.

FERNANDO: Agora que o velho sabe que a Ana está conosco, o que faremos?

THIAGO: Seguiremos como o planejado, mas vamos manter uma segurança mais reforçada, pois sabemos do que o Magno é capaz.

MORGANA: Quando eu ia te visitar naquele lugar horrível, você sempre me falava sobre seus plahos, a que passo estão? 

THIAGO: Logo a justiça será feita.

MORGANA: Eu conheço uma pessoa que pode nos ajudar muito.

Túlio acaricia os cabelos de Ana, que está chorando.

TÚLIO: Eu não vou deixar que nada de ruim te aconteça, Ana.

ANA (chora): Eu vivi esse tempo todo ao lado de um criminoso. Tenho medo dele tentar mais alguma coisa, Túlio.

TÚLIO: Ele não seria louco, ainda mais agora sabendo que a gente tem total conhecimento do que ele é capaz. Eu vou te proteger, não importa o que aconteça.


Dias se passam

Morgana e Magno estão acuados, mas não desistem de tentarem se safar dos crimes já cometidos, Araban retorna para casa, está recuperada, mas estranha e também se alegra por não ter mais os primos por perto.  Ana e Túlio apesar da tensão vivida, ficam unidos e cada vez mais apaixonados. Ivo passa a morar  junto de sua prima, Sílvia, esperando o momento certo de revelar toda a verdade que sabe.



Bairro Canudos, Rua das Rosas

O sol já se escondera. Ivo chega na Rua do prédio de sua prima, ele estaciona o carro, e sai de dentro. Ivo olha para todos os lados, tem uma leve impressão de estar  sendo observado, mas deixa passar e segue pela calçada, derrepente ele vê um vulto e se assusta.

IVO: Quem está aí? 

As árvores dão a escuridão necessária para a pessoa não ser identificada. Ivo dá alguns passos para trás.

IVO: Não, por favor, não faça isso! Não -ele grita-


CONTINUA…

Anúncios

8 comentários sobre “O Próximo Alvo: Capítulo 9

  1. Adorando ver Magno sendo derrubado aos poucos e sofrendo com o desprezo da maioria dos personagens da trama. Já deu pra sentir que terão mais encontros entre ele e Thiago que prometem e muito nessa trama. Fernando um rei que salvou o casal #TuliAna. Nn acredito que assim que Ivo foi dado como vivo, ele já vai morrer. Não, Jair, não! Parabéns pelo capítulo tenso e ótimo. 😀

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s