O Próximo Alvo: Capítulo 3



Rua dos Cravos, Bairro Antigo

Enrico não consegue se mexer do lugar, ele vê o carro se aproximar mais e mais, até que sente um baque, só tem tempo de proteger o rosto, ele cai próximo ao carro dele, sente algo em cima dele e percebe ser uma pessoa. O carro passa em alta velocidade. Enrico sorri quando consegue ver quem é que o salvou.

ENRICO (surpreso): Diana!?

  Enrico fica surpreso ao ver sua ex namorada alí caída ao lado dele.

DIANA: É um mau jeito de dizer que estou de volta, mas aqui estou eu.  

 Diana se levanta com cuidado.

DIANA: Você não deveria parar no meio da rua!

ENRICO: Sim, mas eu tive a certeza que não daria tempo e minhas pernas travaram no momento. Aquele carro surgiu derrepente.

     Enrico se levanta e abraça Diana.

ENRICO: Obrigado por aparecer no momento certo.

      Enrico sorri enquanto abraça Diana.


Bairro Constantinopla, Casa dos Ramalho

Túlio chega assustado em casa, ele entra rapidamente, tanto que bate a porta com uma força desnecessária. Morgana que já está em casa, sai da cozinha e entra na sala.

MORGANA: O que houve, Túlio?  Aconteceu alguma coisa?

TÚLIO: Eu perdi meu emprego, madrinha. Não sei o que vou fazer e pra piorar a situação, eu quase fui atropelado aqui na entrada do bairro.

MORGANA: Meu Deus! Meu Deus!   -ela abraça Túlio-

MORGANA: Tudo vai se resolver, Túlio. Não desista, pois logo você se firma em um emprego novo.

TÚLIO: Eu vou para o quarto, preciso descansar um pouco.

Túlio beija o rosto de sua madrinha e segue para o quarto, entristecido.

MORGANA: Eu vou te ajudar! Tenha certeza que eu vou te ajudar, Túlio.

Morgana olha de forma misteriosa para o porta do quarto do afilhado.



Apartamento de Thiago, Edifício Líbero

Thiago entra em seu novo apartamento, decidira se mudar para um novo, pois não quer reviver o momento triste em que foi tirado de sua família, ele se senta no sofá depois de retirar um celular do bolso da calça. Thiago digita um número e coloca o aparelho próximo ao ouvido.

THIAGO  (ao celular): Alô!? Fernando?

FERNANDO (do outro lado da linha): Sim, sou eu!

THIAGO (ao celular): Como andam as coisas?    -Se levanta do sofá e segue até a janela do apartamento-

FERNANDO  (do outro lado da linha): Está correndo como o senhor planejou.

THIAGO (ao celular): Conseguiu as duas encomendas?

FERNANDO (do outro lado da linha): Por enquanto consegui somente uma, senhor, mas não tardará que eu consiga a segunda.

THIAGO (ao celular): Mas espere passar alguns dias para que tudo dê certo. Conto com você!       – a ligação é encerrada-.


  Os dias se passam, e Magno tem a certeza de que a morte de seu filho mais velho não fora apenas por uma reação a assalto qualquer como a polícia garantiu. Sílvia sofre pela morte de seu marido, mas recebe o apoio dos filhos, Lucas e Olívia, que voltara da Itália.


Apartamento dos Terra Magalhães

Ana verifica se Madonna não está por perto, ela anda depressa até a porta de saída do apartamento quando ouve passos.

SÍLVIA: Vai se encontrar novamente com o Túlio, Ana? 

Ana fica sem graça. Ela abaixa a cabeça ao ser encarada por Sílvia.

ANA (nervosa): Vou, mas não conte nada pro meu avô e pra tia Madonna. Eu amo ele, mas eles não querem aceitar.

Sílvia se aproxima de Ana, que recebe um abraço.

SÍLVIA: Não se preocupe, pois eu quero sua felicidade acima de tudo, assim como seu tio Carlos queria. E peço que você não permita que o Magno e a Madonna se intrometan na sua vida.      -Ela sai do abraço-

ANA: Obrigada! Muito obrigada!

SÍLVIA (sorri): Agora vá, pois daqui a pouco a Madonna acorda.

Ana abre a porta e sai sobre o olhar de felicidade de Sílvia. Araban vê e escuta tudo, pois está escondida atrás da parede que divide a sala de jantar da sala de estar.

ARABAN: Só quero ver quando  o vovô começar  a odiar ela!

Araban sai de onde está e Sílvia a vê.

SÍLVIA: O que você estava fazendo aí?  Não acredito que você estava escutando a conversa dos outros.

Araban não dá ouvidos, ela segue pela escada com um sorriso grandioso.



Café Manhã Açucarada, Rua dos Cravos, Bairro Antigo

Ana desce do táxi, ela sorri quando vê Túlio, que parece um pouco desanimado. Túlio está sentado mexendo a colher na xícara de café, ele abre um sorriso ao ver Ana se aproximando, se levanta e a beija.

TÚLIO: Obrigado por ter vindo,  meu amor.

Túlio puxa a cadeira e Ana se senta, ele se senta e encara Ana, que percebe algo estranho.

ANA: O que houve? Você me parece preocupado.

TÚLIO: Eu perdi o emprego e isso está me deixando maluco, dssculpa.

ANA (toca as mãos de Túlio): Não precisa se desculpar. Se quiser eu posso te ajudar, eu falo com meu…

Ana é interrompida por Túlio.

TÚLIO: Não precisa, sério, não quero te incomodar com isso.

ANA: Qual o motivo de você ficar desconfortável quando eu tento falar do meu avô?

TÚLIO: É uma história complicada que eu tento manter longe de mim, mas não consigo.

ANA (suspira): Você não quer me contar?

Magno desce do carro e acompanhado de dois seguranças, segue até a mesa onde está Ana e Túlio. Ana se assusta ao ver o avô e Túlio encara Magno com raiva.

CONTINUA…

Anúncios

10 comentários sobre “O Próximo Alvo: Capítulo 3

  1. Nossa, vc trocou o modo de leitura. Sim, ficou ótimo, mais explicativo e dá pra entender melhor a trama. Morgana tem um ar misterioso o que está me deixando um pouco intrigado. O que ela esconde, hein? A morte que ocorreu no capítulo anterior (acho que foi na estreia), ainda nn tem um assassino definido. Eu tenho minhas dúvidas de quem seja, mas vou aguardar. Túlio e Ana cada vez mais com empecilhos para viver essa história de amor, eu sofro. Parabéns, Jair! 😀 Muito bom! 👏

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s