Fruto Proibido: Capítulo 13


Pesadelo Real


 Marcello e Víctor observam o desespero das pessoas correndo para o outro andar do navio, derrepente o andar onde estão fica vazio e água começa a subir devagar, eles também saem dalí em busca de resposta para saber o que realmente acontece. Os dois rapazes seguem para  o convés que se encontra lotado de pessoas assustadas, Víctor avista o capitão do navio e segue até  ele.

   – O que aconteceu, Capitão?       Víctor questiona.

    O capitão olha para Víctor.

  – Meu rapaz, desculpa pelo transtorno, mas é provável que tenha acontecido uma explosão em uma das cabines e isso fez com que entrasse água no navio.         Responde o capitão.

   – Não há risco dele afundar?             Pergunta Víctor preocupado.

   – Não se preocupe, pois esse risco não corremos, mas mesmo assim já avisei a guarda costeira, e eles devem chegar logo.     Diz o capitão.

  Víctor retorna para perto de Marcello, que treme de frio. A chuva é intensa, algumas pessoas retornam para dentro do salão principal do navio, outras ficam no convés mesmo. Marcello e Víctor ficam em um local onde não há  pessoas, os dois se abraçam.

       – Estou com medo!             Diz Marcello.

       – Ei, vai acontecer nada. O capitão disse que não há riscos desse navio afundar.            Diz Víctor.

       – Você se lembra dos meus pesadelos?         Marcello questiona.

       – Lembro, mas só era um pesadelo, a gente vai ficar bem.    Responde Víctor esboçando um sorriso.

      Marcello se aconchega nos braços de Víctor, que encosta a cabeça na do outro.

      Tudo é rápido, talvez até mais rápido que um raio. Marcello e Víctor são segurados por dois homens, tentam lutar para se livrarem,  mas não conseguem, são arrastados para perto da grade, que circunda o navio protegendo as pessoas de uma possível queda, os dois se debatem, mas não há tempo mais para nada, são  arremessados  ao mar. Os corpos de Marcello e Víctor mergulham no mar gelado, eles veem o navio se afastando, Víctor  consegue nadar até Marcello, que o abraça, os olhos de ambos se fecham.


Fazenda Belo Monte 

 O dia amanhece com uma garoa fina, diferente do dia anterior, que foi seco. Na sede da fazenda, Juliana começa a chorar copiosamente depois de atender ao telefone, Mário corre para consolar a esposa.

       – Quem ligou, Juliana?        Pergunta Mário ao abraçá-la.

    – A empresa responsável pelo Cruzeiro que o Marcello e o Víctor estavam.          Responde Juliana aos prantos.

    – O que houve pra você estar chorando assim, meu amor? Aconteceu algo com os rapazes?             Mário questiona.

    Juliana não consegue responder o questionamento do marido, só se faz chorar. Minutos depois  de chorar no ombro do marido, ela levanta o olhar e tenta enxugar as lágrimas.

      – Eles desapareceram, Mário. O Víctor e o Marcello caíram no mar ontem a noite.         Diz Juliana. 

    Mário se levanta, os olhos marejam, ele olha  para porta.

       – Foi aquele  infeliz do Guilhermo, só pode ter sido ele que fez isso.             Diz Mário.

   Mário caminha  até a porta, só quer saber de acertar as coisas com Guilhermo. Juliana sobe para o quarto.

     


Fazenda Liberdade

   Mário desce do cavalo e observa a movimentação estranha na sede. Giovanna  vê Mário e se aproxima com lágrimas nos olhos.

         – O que aconteceu aqui, Giovanna?

         – O Guilhermo teve um mal súbito, Mário.

         – Como ele está?  Já levaram ele para um hospital?

         – Ele morreu, Mário!

    Mário fica boquiaberto sem saber o que dizer naquele momento.

         – O que você veio fazer aqui, Mário? Parece um pouco abatido.        Diz Giovanna.

         – Eu não sei se é uma boa ideia contar isso agora, Giovanna!

     Giovanna observa o semblante de Mário.

         – É alguma coisa com os rapazes?

      Mário fica calado.

         – Diz, Mário! É alguma coisa com o Marcello e com o Víctor?    Giovanna insiste.

Continua…

#BEDS71

Anúncios

2 comentários sobre “Fruto Proibido: Capítulo 13

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s