Fruto Proibido: Capítulo 7


                                         O Reencontro 

                                                                                                           

   O sol aponta no horizonte. Marcello retorna ao Brasil depois de dez anos fora, quando desembarca no aeroporto de Serra Nova, ele até se espanta ao ver como a cidade cresceu, o motorista da fazenda o leva de carro. Assim que ele entra na estrada que leva até a fazenda de seu pai,  as lembranças são inevitáveis e a medida que se aproxima do seu destino, seu coração acelera. Quando o carro se aproxima da divisa entre a fazenda Liberdade e a Belo Monte, algo faz com que Marcello sinta um arrepio.

     – Para o carro!         Marcello pede ao motorista.

   Marcello abre a porta do veículo.

      – Onde o senhor vai?           Pergunta o motorista.

      – Não precisa esperar por mim. Vou ficar bem, pode confiar.   Diz Marcello.

      – Mas o seu pai me deu ordens restritas para levar o senhor para a fazenda.             O motorista insiste. 

      – Pode ir tranquilo, eu me entendo com ele. Vou a pé!     Diz Marcello.

    O motorista sorri, então segue o caminho até a fazenda. Marcello observa a macieira entre a divisa das fazendas, fica boquiaberto.

      – Não pode ser, aquela macieira é aquela que eu plantei junto com o Víctor?            Marcello se questiona.

    Marcello passa por debaixo da cerca e caminha com o nascer do sol, quando está quase chegando perto da árvore ele escuta um violão sendo tocado, se aproxima devagar e ouve além do violão, alguém cantando. Ele chega silenciosamente, não reconhece de primeira o dono da voz, então fica escutando.

      – Nossas bocas não tocam mais

         Faltam em mim, a velha paz

         Nossos sonhos se desfizeram…           Canta 

Víctor enquanto vê o sol nascer.

      A voz modificada não permite que Marcello o reconheça. Víctor se assusta quando percebe que não está sozinho alí, ele se levanta rapidamente.

       – Quem é você?          Pergunta Víctor meio assustado.

       – Desculpa! Desculpa se te assustei.         Pede Marcello.  

     Víctor o observa e não acredita que Marcello está na sua frente, sua língua trava, suas mãos tremem ao reconhecê-lo.

       – Marcello?             Questiona Víctor se aproximando do outro homem.

      Marcello para no tempo ao ouvir melhor a voz do outro homem. 

       – Não acredito! Víctor?       Marcello pergunta ao sentir que reconheceu o outro.

       – Sou eu. Mudei tanto assim?             Diz Víctor.

       – Nós dois mudamos. Olha como você está!        Responde Marcello ao se aproximar um pouco mais de Víctor.    – Eu quase não te reconheci, juro.           Confessa Marcello.

     Víctor observa Marcello, que agora já se faz um homem, assim como ele. Os dois reparam um no outro e sorriem.

       – Voltamos a adolescência. Estamos nos olhando muito.   Diz Víctor sorrindo.

       – Essa é a macieira que plantamos?       Pergunta Marcello tocando nela.

       – Sim, a nossa macieira!               Responde Víctor enquanto pega o chapéu do chão.

     Marcello o observa, compara o homem na sua frente com o menino de treze anos de dez anos atrás. Tanto tempo longe fez com que a timidez aparecesse fortemente, mas Marcello a deixa de lado no momento, e mesmo envergonhado ele vai até o fim.

       – Posso te dar um abraço?         Pergunta Marcello para Víctor.

    Víctor não responde, simplesmente se aproxima de Marcello e os dois se abraçam. Víctor sente o perfume e sem pensar, encosta a cabeça no ombro dele e fecha os olhos, Marcello faz o mesmo e fica pensativo tentando adivinhar o que o outro pensa naquele momento.

      – Achei que você nunca mais fosse voltar.       Diz Víctor.  

      – Já era pra eu ter voltado, pois deixei algo muito precioso para trás.        Diz Marcello.      – Deixei o meu amor, deixei você.   Marcello conclui enquanto se aconchega no abraço.

Continua…


#BEDS53

Anúncios

4 comentários sobre “Fruto Proibido: Capítulo 7

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s