Amor e Poder: Capítulo 14



Manoel achou inacreditável o que o pai de Diego fez com ele, abraçou Diego tentando consolá-lo. Vê-lo daquele jeito tão triste lhe cortava o coração.

– Diego, olha pra mim!  -Pediu Manoel!-

 Diego levantou o olhar e fitou os olhos de Manoel.

– Sei que tudo isso é difícil,  tanto para mim quanto pra você, mas eu peço que você não se deixe abater por essas palavras doloridas que seu pai lhe disse, pois ele que está sendo preconceituoso em não aceitar sua felicidade.

– Eu sei, Manoel, mas é que ele é meu pai! Nunca imaginei ouvir aquilo dele, uma forma tão odiosa de pensar.  -Disse Diego-.

– Você no fundo também não aceitou muito bem a ideia de amar outro homem, não é mesmo?  -Questionou Manoel-.

– O que você está dizendo, Manoel? Eu me aceito, só estou triste por meu pai ter me tratado daquele jeito.  -Disse Diego enxugando as lágrimas-.

– Não parece, o que parece é que você preferia ser como antes só para agradar o seu pai! Se ele não aceita como você é, paciência.

– Você está sendo injusto, poxa!  Disse Diego se sentando no sofá.

– Pode ser, mas você também está sendo um pouco ingênuo, pois daqui pra frente você e eu vamos enfrentar duras batalhas contra o preconceito e não podemos estar vulneráveis dessa maneira.  Disse Manoel se sentando ao lado de Diego.

Diego ficou emburrado e quase não olhava para Manoel.

– Me desculpa?  Eu sei que fui muito duro com você e não queria que ficássemos brigado.    -Disse Manoel se aconchegando em Diego-.

– Não tem o que desculpar, Manoel! Você só disse a verdade, eu que sou muito cabeça dura às vezes.  -Disse Diego abraçando Manoel-.

       – Amo seu jeito!  -Disse Manoel antes de beijá-lo-.

       – Eu amo você!    -Disse Diego entre os beijos.


Lúcia não gostou nada de saber que Eduardo havia tratado mal o filho deles, e assim que ela chegou em casa, a discussão iniciou. Eduardo estava na cozinha procurando algo para comer quando viu Lúcia entrar furiosa.

– O que você pensa que está fazendo?      – Perguntou Lúcia de forma ríspida-.

– Do que você está falando ?

– Não se faça de idiota, pois sei o que você fez e sinceramente esperava mais de você. Você não aceitar tudo bem, mas humilhar nosso filho da forma que você humilhou, eu não vou aceitar jamais, jamais!  -Gritou Lúcia-.

Eduardo ficou sem reação com a atitude de sua mulher.

 – Eu só não expulso você dessa casa, pois acredito que um erro nunca vai justificar o outro. Só quero que você pense muito bem no que fez ao seu filho, ele que sempre admirou você, que teve você como Herói por toda vida. –   Completou Lúcia-.


Assim que Glauco chegou da RARIDADE, Diego foi até ele, pois tinha um assunto urgente para ser tratado, o pai de Manoel até se assustou quando o viu correndo em sua direção.

– Preciso falar urgentemente com o senhor!    -Disse Diego parando na frente de Glauco-.

– Meu Deus,  o que houve? É algo grave com o Manoel.   -Perguntou Glauco já ficando aflito.

          – Digamos que é com o Manoel, mas garanto que não é nada grave!    -Diego sorri-.


O dia reiniciou tudo novamente, um novo dia para novos acontecimentos. Diego decidiu esquecer o preconceito do pai e seguir sua vida, então retornou ao trabalho, e também estava a planejar uma grande surpresa para Manoel, uma surpresa que ele esperava ser boa.

Anúncios

Então, o que você achou? Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s